Mortos vivos no Vasco

Leia o post original por Mauro Beting

Nunca vi mortos tão vivos como alguns dos eleitores no Vasco. Por isso muitos vivos estão morrendo em São Januário.

Se há exemplo acabado (mais acabado que exemplo) de falta de democracia em eleição ele se encontra nas últimas tantas no clube. Um gigante que cai colina abaixo empurrado por quem compra votos. Compra sócios. Compra CPFs. Compra defuntos. Ressuscita eleitores. Vende uma história vitoriosa.

Gente que não reergue o Vasco que morre um pouco com tanta pouca vergonha.

Fica difícil cobrar mais futebol e organização de um clube que só tem sido criativo ao bolar centenas de pessoas que votam e que moram no mesmo endereço. E quase uma centena que “mora” no clube.

Embora, na moral, a desmoralização do clube e de outros tantos é por ter gente que não tem o que fazer e acaba desfazendo os clubes. Fazendo nas associações o que deveriam fazer na privada.

A vida.

Mas pode achar que é outra coisa.