Aguardando mais reforços, Palmeiras perde mais uma no Brasileirão

Leia o post original por Flavio Canuto

henrique_palmeiras

A diretoria achou que daria para disputar o Brasileirão com esse elenco, terminar o campeonato numa posição intermediária e voltar a investir forte no próximo ano, após as eleições.

Não deu. O Palmeiras ganhou apenas dois dos últimos 24 pontos disputados e só não está ainda na zona do rebaixamento porque os adversários deram uma força para a gente. Mas isso é apenas questão de tempo.

Com gols sofridos na parte final das duas etapas, o Palmeiras perdeu no domingo para o Atlético-MG por 2 a 1. Quase saímos de Belo Horizonte com o empate, mas o time da casa soube aproveitar melhor nossas falhas e ganhou o jogo.

A partida, ao contrário de outros jogos do domingo, começou de forma bastante franca, com os dois times atacando bastante e contando com a fraca marcação geral, além de uma tonelada de passes errados. O volante/meia/lateral Wesley, um dos campeões nesse setor, perdeu logo de cara a oportunidade de abrir o placar, após um bom contra-ataque alviverde.

Esse aliás, foi o cenário da partida. O time da casa atacando mais e o Palmeiras saindo nos contra-ataques, mas desperdiçou todas as oportunidades de gols que conseguiu criar.

Aliás, não dá pra entender a insistência do técnico Ricardo Gareca com alguns jogadores. Josimar e Leandro, por exemplo, já tiveram duzentas chances para se firmar entre os titulares e já provaram que não servem. Sei que o elenco é limitadíssimo, mas não dá pra contar com esses caras.

gareca_mg

Diego Tardelli teve seu primeiro bom momento na partida em bela cobrança de falta aos 6 minutos que passou perto da meta de Fábio. Aos 8 minutos, Weldinho chutou forte e Vitor teve de se virar para espalmar, sendo que o rebote acabou não sendo aproveitado pelos atacantes do Verdão.

Graças a uma incrível escorregada de Tobio, Jô ficou livre aos 17 minutos, mas felizmente chutou para longe. Aos 21 minutos, mais uma vez Diego Tardelli apareceu com destaque, mandando uma bomba que Fábio mandou para escanteio com muita categoria aos 21 minutos.

A partir daí, a qualidade da partida caiu demais, com os jogadores das duas equipes errando passes sem parar, trombando demais. Quando parecia que a etapa inicial acabaria no zero a zero, Diego Tardelli mandou uma bomba na gaveta, da entrada da área, sem dar a menor chance ao goleiro Fábio. Um castigo daqueles para o Palmeiras.

Aos 8 minutos da etapa final, surge a esperança. Em cobrança de escanteio de Allione, Felipe Menezes desvia de cabeça e Henrique finaliza, empatando a partida. Logo a seguir, entra Pablo Mouche no lugar do péssimo Leandro e o Palmeiras ganha força no ataque.

Aos 13 minutos, os dois times perdem gols incríveis, o Atlético-MG com Jô e o Palmeiras logo a seguir com o afobado Henrique.

Aos 19 minutos, o nitroglicerínico Tobio empurra de forma estabanada Luan dentro da área. Acho que esse zagueiro ainda não percebeu que ele está no Brasil e que joga no Palmeiras.

Tobio é um bom jogador, mas se continuar atuando dessa forma por aqui, vai passar mais tempo suspenso ou sendo julgado pelo STJD. Ninguém falou sobre isso pra ele ainda?

Com a saída de Wesley aos 21 minutos, dando sua vaga a Josimar, o Palmeiras conseguiu melhorar a marcação no meio campo e melhorou na partida. Não consigo entender que, depois de mais essa “partidaça”, ainda vão renovar contrato com esse Wesley.

O que esse cara fez até hoje para continuar na equipe? Talvez atuando como lateral direito, como muitos sugeririam aqui no blog, ele possa render mais. Do jeito que está, ele só vai continuar sobrecarregando o volante que estiver jogando ao seu lado.

Wesley

Mesmo melhor postado em campo, o Palmeiras não conseguia aproveitar as oportunidades de contra-ataques proporcionadas pelo Atlético-MG. Dessa forma, era só sufoco, e Fábio novamente evitou o segundo gol do Galo, em chute de Dátolo aos 38 minutos, sendo que Tobio já havia salvo outra chance certa aos 31 minutos.

Como quase sempre acontece em jogos assim, levamos o gol no final. Ao tentar sair jogando sozinho, o atrapalhado Josimar acabou armando um ataque do time da casa, que marcou com o argentino Dátolo, aos 42 minutos.

Depois do apito final, o zagueiro Lúcio, que fez uma boa partida, desabafou no microfone. O técnico Ricardo Gareca, que não deve estar acostumado a justificar tantas derrotas, cancelou a coletiva.

Não acredito que ele vá pedir o boné durante a semana, mas nenhum treinador do mundo resiste a tantas derrotas e se o Palmeiras não vencer o clássico do próximo domingo. Adíos, Gareca!

Enfim, a diretoria demorou demais para reforçar o elenco e agora estamos nessa situação. É preciso ter muita calma para não piorar ainda mais as coisas.

A esperança agora fica para a volta de Valdívia, que foi muito bem no treino de sexta-feira e também para a estreia de Cristaldo. Esse sim é um atacante de verdade e que pode resolver os nossos problemas lá na frente.

Você também pode me seguir no Twitter ou Facebook…e vale a pena!

Abraço a todos!