Cruzeiro teme desfalques com convocações das seleções do Brasil

Leia o post original por blogdoboleiro

Nesta terça-feira, o técnico Marcelo Oliveira vai conversar com o comando do futebol do Cruzeiro sobre um problema que pode surgir no final do mês: seleções brasileiras. No início de setembro, a equipe olímpica vai disputar amistosos em Doha, no Catar, contra Egito, Catar e Líbano.. E nos dias 5 e 9, o time principal, comandado por Dunga, enfrenta Colômbia e Equador nos Estados Unidos. São datas-Fifa que, no entanto, não paralisam o Campeonato Brasileiro.

Aí vem o problema: para o time olímpico, o treinador Gallo já chamou dois jovens que atuam no time principal do Cruzeiro. O volante Lucas Silva ( titular) e Alisson (que ainda é reserva) vão servir ao time Sub-21 do Brasil. No adulto, é esperada a convocação de Éverton Ribeiro (armador titular) e do atacante Ricardo Goulart (artilheiro do Brasileiro com 8 gols). Além disso, o Cruzeiro ainda tem Samudio, que pode ser chamado pelo Paraguai, e Marcelo Moreno, titular da seleção da Bolívia.

Numa reunião entre o diretor de futebol Alexandre Mattos e o gerente de futebol Valdir Barbosa, realizada ontem, chegou-se à conclusão de que o time será mexido se todas as convocações forem confirmadas. “Vai alterar a estrutura do time. Isso não é bom”, disse Barbosa.

Neste período, o Cruzeiro terá jogos contra a Chapecoense, o Fluminense e Bahia, dois em casa e um fora, no Rio de Janeiro. Embora tenha um elenco com reposição de dar inveja a outros treinadores, Marcelo terá que se virar para manter a equipe em bom nível.

Para complicar o planejamento, a CBF ainda não passou ao Cruzeiro qual a programação das duas equipes nacionais que vão excursionar fora do país.

Assim, torna-se importante para o time vencer os próximos jogos. Para começar, o Cruzeiro terá dois confrontos em casa, contra Santos e Grêmio. Hoje, o líder do Campeonato Brasileiro tem 30 pontos, dois a mais do que o Internacional, segundo colocado. Ganhar seis pontos no Mineirão pode voltar a dar “gordura”.

Até o dia 19, quando Dunga anunciar primeira lista de convocados de sua nova gestão na seleção, resta aos cruzeirenses correrem atrás de vitórias e planejarem um jeito de diminuir estragos causados pela ausência de jogadores. Sem falar que, no dia 18, a CBF sorteia e define datas e jogos da Copa do Brasil.

O Cruzeiro quer muito o título do torneio e a vaga na Libertadores da América.