Náutico 0 x 1 Vasco | Só o primeiro tempo valeu

Leia o post original por Bruno Maia

vasconautico

Como previ antes, realmente não tivemos dificuldade em confirmar nosso favoritismo contra nossos queridos alvi-rubros pernambucanos, fregueses velhos de guerra, sempre a postos pra levantar o Vascão. O que chamou a atenção foi a diferença de volume que apresentamos do primeiro para o segundo tempo. Para ser mais preciso, até os 40 minutos do fase inicial, o time teve volume, autoridade e chances, muitas chances, de ganhar por goleada. O gol de Dakson saiu rápido e deu a impressão de que vinha um sacode, mas aí o mala do Julio César resolveu fechar o gol no primeiro tempo. Ele, que já atrapalhou nossa vida quando agarrava no Corinthians, depois recusou vir pra São Januário e acabou como reserva do Alessandro (goleiro que dispensamos) em Pernambuco, voltou a fazer das suas logo hoje. No segundo tempo, foi canela pra tudo que é lado, e um jogo horroroso que não merece muitos comentários.

A melhor notícia dessas últimas duas, três semanas é o que André Rocha não volta mais. Carlos César, o lateral com nome de locutor de rádio AM, foi o destaque, junto com Douglas, que fez uma de suas melhores partidas com a camisa cruz-maltina. Com a volta de Guiñazu, o meio-campo foi um pouco melhor e parece que o time está encontrando, definitivamente, sua fórmula de jogar. Com pequenas variações, como o companheiro de zaga de Rodrigo, o segundo volante entre Fabrício e Aranda (Fabrício ainda tem muita vantagem!) ou ainda os nomes do ataque que não se firmam, o time é esse: Martín, Carlos César, Douglas Silva (Luan), Rodrigo e Marlon; Guiñazu, Fabricio (Aranda), Dakson e Douglas; Kléber e Thalles (Edmílson). É com isso que a gente vai subir. Adílson está acertando a casa, ainda que sem brilhantismo. Não é à toa que as críticas a ele diminuiram também aqui nos comentários…

Agora, é voltar pra casa, com São Januário cheio no sábado para ganhar do Ceará e colar na liderança. Graças ao grande número de empates que tivemos até aqui, não será dessa vez ainda que assumiremos a liderança, já que mesmo perdendo o jogo, o Ceará continuará na frente por número de vitórias. Não importa. Vamos pra Colina, buscar esses pontos e botar pressão para virar o primeiro turno no topo.