É O QUE TEMOS, MEUS CAMARADAS.

Leia o post original por K.O.N.G

Maicosuel, Tiago, Douglas Santos e Rafael Carioca: aposta ou solução?

Fala, cambada!

Aguardei até as 23:59 de ontem, quando a janela de transferências internacionais foi trancada, para falar sobre os reforços “gringos” do Galo para o resto do ano. Isso porque sempre há esperança de alguma surpresa de última hora, vocês sabem como é, brasileiro sempre deixa tudo para os 45 do segundo tempo. Mas não foi o caso. O Galo contratou quatro jogadores nessa janela, tentando resolver problemas que assombram nosso time desde final do ano passado: um volante que saiba sair jogando, um lateral esquerdo, um atacante de velocidade e mais um zagueiro para compor elenco. Jogadores que chegam na Cidade do Galo com, no mínimo, um semestre de atraso.

Maicosuel foi o primeiro deles. Aparentemente veio para o lugar de Fernandinho, mas na verdade ele chegou para tentar resolver o problema que temos naquela espaço do campo desde a saída de Bernard, em agosto do ano passado. Estava na reserva da Udinese e ficou marcado no clube italiano mais por aquele pênalti perdido – quando tentou fazer de cavadinha, perdeu e a Udinese deu tchau para a Champions League – do que qualquer outra coisa. Antes disso teve uma passagem boa pelo Botafogo, em 2012, e a esperança é que volte a mostrar o futebol que lhe rendeu o apelido de “Magosuel”. Na minha opinião, pode render alguma coisa.

A lateral esquerda sempre foi nosso Calcanhar de Aquiles. Não me lembro de nenhuma temporada em que não sofremos com os jogadores dessa posição, exceto nos anos de 2012 e 2013. Não é atoa que nos últimos 10 anos, nada menos que 25 jogadores tentaram a sorte por ali. A lista de nomes é tão bizarra que nem vale a pena publicar aqui, mas está nesse link, caso queira conferir. Só sei que depois da saída de Junior Cesar – que ninguém conseguiu explicar até hoje – a coisa desandou de vez. Vieram Pedro Botelho, lesionado, e Emerson Conceição, que nunca conseguiu jogar bem em time nenhum e depois de atuações pífias foi execrado pela torcida. Douglas Santos, que também veio da Udinese, chega para tentar por fim à esse martírio. Carrega no currículo convocações para as seleções de base e uma convocação polêmica para a seleção principal, sendo que está na lista do técnico Alexandre Gallo para os amistosos da seleção olímpica, agora em setembro. Não sei o que esperar dele, mas é impossível que não seja melhor que Emerson Conceição, até então titular de Levir Culpi. Qualquer um é.

Volante que sai jogando. Na teoria é fácil, mas na prática é osso achar esse jogador disponível no mercado. Quem tem, não libera de jeito nenhum. Donizete foi esse cara durante um tempo, mas as seguidas lesões fizeram com que nosso leão caísse de rendimento, assim como todo o time. No atual esquema de Levir, os volantes apenas desarmam as jogadas e passam, ou para o armador, ou para o lateral direito. Quando esses dois estão marcados, a gente sofre. É por isso que já tem um tempo que a torcida – e qualquer um que entenda minimamente de futebol – sabe que o Galo precisa de um jogador que consiga dar um passe melhor ali na meiuca e que chegue com qualidade no ataque. Rafael Carioca é esse cara? Honestamente? Sei lá. Estava escondido na Rússia e nem no youtube achei alugam referência de como ele estava no Spartak. Dizem que foi bem no Grêmio em 2008 no Vasco, em 2010. O Galo já havia tentado trazê-lo em 2011 e é só isso que eu sei. Assim, entra mais no âmbito da aposta do que da salvação. Se bem que com o futebolzinho que Josué tem jogado, pode até ser salvação.

Agora, o último da lista: Tiago, zagueiro que veio do Caxias. Rolou uma treta nessa contratação, aquele “detalhe” do genro do Levir. Tudo bem, vamos desconsiderar isso… vai que o cara joga muito? Além disso, estamos precisando de zagueiro até pra completar coletivo, já que a bruxa anda solta em Vespasiano. Além de Réver, não podemos contar com Edcarlos e Emerson, que ainda estão voltando e precisam de ritmo. Com isso, Jemerson tem formado a dupla defensiva com Leonardo Silva. É importante ressaltar que o menino tem atuado bem, segurou as pontas na final da Recopa e tem recebido elogios da comissão técnica e da arquibancada. Só que tem uma coisa… imagina se Leonardo Silva pega uma gripe? Fudeu. Então, mesmo que venha da série C, esse tal de Tiago é bem vindo.

O Galo, dentro da sua limitação financeira atual – agravada pelo bloqueio de mais de R$ 30 milhões – conseguiu trazer esses quatro caras para o resto da temporada. Temos ainda outras carências, é claro. No meio campo mesmo: saiu Ronaldinho, entrou Guilherme, que sofre com contusões e nunca conseguiu passar 100% de confiança. Aí entra Dátolo, que mostrou bom futebol algumas vezes. Se ele vai ser nosso “camisa 10”… aí já é outra história. Acho mesmo que precisávamos de um cara ali, pra chegar, vestir a camisa e colocar moral. Mas pelo visto Levir pensa diferente, já que tem dado entrevistas falando que reforços não eram e não são necessários. Deve viver em outro mundo, só pode.

Temos aí pela frente a Copa do Brasil e muito Campeonato Brasileiro ainda. Se esse time vai conseguir se acertar a tempo de beliscar um dos dois, só saberemos mais pra frente. Bora torcer… é o que temos, camaradas.

#GaloSempre