Diretor sobre o caso Petros: “Contra o Corinthians é essa maravilha”

Leia o post original por blogdoboleiro

O diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes, saiu mais uma vez em defesa do meia Petros, que será julgado na próxima segunda-feira  pelo STJD. “A ação dele não teve dolo. Não havia intenção e não houve dano. Espero que o Superior Tribunal faça justiça”, disse o dirigente ao Blog do Boleiro.

Ximenes acha que o caso tomou proporção maior porque se trata de um atleta corintiano. “Quando é contra o Corinthians é essa maravilha. Todo mundo tem mais audiência e fatura com isso. Todo mundo gosta de uma tragédia no Corinthians”, afirmou.

Petros será julgado por ter dado um encontrão no juiz Raphael Claus, durante o clássico entre Corinthians e Santos. Ele é acusado de ter agredido o árbitro que, na primeira súmula, não relatou o incidente. Depois, num adendo, ele disse ter visto o vídeo do jogo e constatado que foi de fato agredido.

O jogador nega ter tido a intenção. Petros vai ao STJD para se defender pessoalmente. O advogado do Corinthians, João Zanforlin, vai tentar explorar a atitude do árbitro que colocou o adendo. Se for julgado culpado, sem que seja enquadrado em outros artigos mais brandos, ele poderá ser suspenso por até 180 dias.

A defesa tenta com seguir uma suspensão menor, de três a cinco jogos. Ximenes nem quer isso: “Ele é um senhor profissional. O Petros chegou aqui em abril e se tornou titular, líder no grupo, porque é um cara íntegro. Ele não teve intenção de agredir o juiz”, disse o dirigente corintiano.