Treino de portas fechadas

Leia o post original por Pedro Ernesto

Lauro Alves/Agência RBS

Lauro Alves/Agência RBS

Fez bem o técnico do Grêmio ao fechar as portas para o treino de sexta-feira à tarde. Este jogo contra o Criciúma, domingo, deve ser encarado como decisão. Ou ganha e olha para cima na tabela ou empata ou perde e precisará voltar seus olhos para baixo. Já são três derrotas consecutivas. Não dá mais para perder. Sendo assim, todo cuidado é pouco. Qualquer detalhe que possa representar vantagem precisa ser guardado a sete chaves.

O Criciúma tem se tornado um adversário perigoso. Consegue empates contra times de qualidade. Foi assim até contra o líder Cruzeiro. O Grêmio não pode ter descuidos. É preciso ganhar. Esconder a escalação deve fazer parte da estratégia para tirar vantagem e construir uma vitória fundamental.

Titulares

Abel Braga não deve se queixar da vida. Ele terá todos os titulares, à exceção de Wellington Silva e Willians. Os jogadores fundamentais estarão em campo. O Inter quer dormir líder neste sábado. Para isso, precisa ganhar do Goiás. Depois é acordar no domingo, fazer um bom churrasco e secar o Cruzeiro, que recebe o Santos, no Mineirão.

Abel Braga sabe que será preciso jogar muito mais do que nas duas derrotas para o Ceará. O time corre neste sábado atrás da sua quinta vitória consecutiva. O Cruzeiro teve dois empates, e o Inter encostou. Agora, o esforço será para buscar a liderança.

Vexame

Muricy Ramalho não teve nenhuma vergonha de classificar como vergonhosa a eliminação do São Paulo da Copa do Brasil. Depois de ganhar a primeira partida por 2 a 1, acabou levando 3 a 1 do Bragantino dentro do Morumbi.

Um time milionário, com renomados jogadores, atuando ao lado da torcida, não pode ser eliminado por um time que é 18º na Série B. Vejo como positiva a afirmação do treinador. É muito melhor reconhecer os erros e buscar os acertos. Mas, no futebol, esta é uma atitude muito rara.

Demmmaaaiissss

Robinho foi o grande jogador na justa vitória e, por consequência, classificação do Santos contra o Londrina na Copa do Brasil. Me mostrou que está jogando mais do que a maioria dos atacantes em atividade no Brasil. Ainda não tem o ritmo de jogo ideal, mas já faz diferença. Vai ser um problema para o Cruzeiro no jogo do Mineirão, pelo Brasileiro.

De menos

Se de um lado Robinho faz gols, tem dribles em velocidade, do outro está o fracasso de Leandro Damião. Aquele grande goleador que surgiu no Inter desapareceu por completo. Não tem movimentação, drible e nem arremate. Tudo sumiu. E ainda tem azar. Numa bola em que deu uma linda bicicleta, acertou a trave. Tudo conspirando para que o futebol do Damião desapareça completamente.