Raposa x rapa

Leia o post original por Mauro Beting

O Internacional bem que tenta. Meteu 1 a 0 no Goiás e só soube vencer desde a derrota em Itaquera. São cinco boas atuações e ótimas vitórias.

Mas quem para o Cruzeiro?

Uma bola Everton Ribeiro cruzou na área, Moreno relou, Ricardo Goulart em posição de impedimento tentou tocar, Aranha se atrapalhou todo, falhou, e o Cruzeiro abriu o placar contra o Santos de Robinho.

Não teria marcado o impedimento. Mas o lance é para discutir.

O problema dos rivais é marcar o Cruzeiro. A velocidade e intensa movimentação dos quatro de frente criam espaços e lances. Bem aproveitados por quem pintar na frente. Além de jogar bem, finaliza ainda melhor o Cruzeiro.

Goulart fez o segundo. Em bela arrancada, Júlio Baptista fechou a conta, e ampliou os números celestes.

Baita resultado contra o Santos que enfileira três derrotas. Mas não jogou mal em algumas delas. Robinho segue bem. Tem como melhorar na tabela. Mas, título, não deve dar para o Santos.

Nem para o Inter. Fluminense. Quem mais chegar. Ninguém está perto da qualidade celeste.