Um mês depois do Mundial, Curitiba finaliza licitação de obra da Copa

Leia o post original por Perrone

Na última terça, quase um mês após a final do Mundial, o Diário Oficial da União divulgou resultado de licitação de obra da Copa do Mundo em Curitiba. Só agora foi definida a empresa que vai construir a Central de Atendimento ao Turista no Jardim Botânico.

Paulo Roberto Colnaghi Ribeiro, presidente do IMT (Instituto Municipal do Turismo) de Curitiba, culpa a burocracia pelo atraso na obra, que terá recursos do Ministério do Turismo. A contratação divulgada no Diário Oficial é no valor de R$ 439.500.

“Infelizmente, a burocracia é muito grande. Mas ficou combinado com o Ministério do Turismo que o que fosse legado para o turismo permaneceria”, declarou Ribeiro. Segundo ele, há ainda mais quatro obras da Copa para serem concluídas na cidade. “A gente tem a reforma da Praça Espanha, que já começou, acessibilidade nas estações da linha turismo, temos sinalização turística, que permaneceu no PAC da Copa, e reforma de 25 pontos da linha turismo. Independentemente de não terem ficado prontas para Copa, essas obras formam um legado importante porque ficam para a vida inteira”, disse o presidente do IMT.

Em nota enviada ao blog, o Ministério do Turismo, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que “por decisão do GECOPA (Comitê Gestor do Governo Brasileiro para a Copa do Mundo), as obras de infraestrutura turística que integram a Matriz de Responsabilidade da Copa do Mundo terão continuidade”. A nota diz ainda que “o entendimento é que a execução desses projetos constitui legado para moradores e turistas”