Ex-presidente cobra Santos por atraso que pode custar mais de R$ 11 mi

Leia o post original por Perrone

A direção do Santos recebeu uma carta do estafe do ex-presidente Marcelo Teixeira notificando um atraso de dois meses no pagamento da dívida que o clube tem com ele e sua família. O documento alerta que a não quitação em dia prevê sanções na Justiça.

Um acordo judicial, feito em dezembro de 2012, prevê que o atraso de 60 dias custará ao clube R$ 11 milhões, mais uma multa. Isso porque foi feito um trato com o ex-dirigente, uma irmã dele e a Universidade Santa Cecília, de propriedade da família, a fim de reduzir um débito que seria de R$ 41 milhões para R$ 30 milhões. Porém, ficou estipulado que o atraso de dois meses cancelaria o desconto e ainda provocaria uma multa de 10%.

A diretoria do clube, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que não comentaria o assunto.

Por sua vez, a assessoria de imprensa de Marcelo Teixeira afirmou que o departamento financeiro da universidade enviou uma carta alertando o clube que, caso continue assim, “essa questão vai fugir do controle [do ex-presidente] porque é controlada pela Justiça”. Alegou que não é a primeira vez que ocorre atraso e que Teixeira sempre atendeu aos pedidos de aguardar os pagamentos. Para o ex-presidente não se trata de uma carta de cobrança, mas de alerta que nem passou pelas mãos dele.

Teixeira segue ativo na vida política do Santos. Nesta sexta ele se reúne com conselheiros da oposição para discutir a próxima eleição na Vila Belmiro, em dezembro.