Honra e destino, parabéns pelos 100 anos!

Leia o post original por Neto

PALMEIRAS - 1989. Em Pé: Darío Pereyra, Toninho, Júnior, Édson, Velloso e Abelardo. Agachados: Mauricinho, Gérson Caçapa, Gaúcho, Edu e Neto

PALMEIRAS – 1989. Em Pé: Darío Pereyra, Toninho, Júnior, Édson, Velloso e Abelardo. Agachados: Mauricinho, Gérson Caçapa, Gaúcho, Edu e Neto

Nesta terça-feira, dia 26 de agosto, a Sociedade Esportiva Palmeiras completa 100 anos de história. Um clube de muitas glórias e conquistas. O maior campeão nacional com oito brasileiros e duas Copas do Brasil. E apesar de muitos torcedores não gostarem de mim, sou muito grato ao clube alviverde por fazer parte da minha história de vida. Pouca gente sabe mas o Verdão foi o primeiro time grande a apostar no meu futebol. A comprar meu passe do Guarani de Campinas.

Joguei por lá em 1989 e fizemos uma baita campanha no Paulistão. Perdendo apenas uma partida em 26 rodadas. Não à toa ficamos até com a taça dos invictos. Mas quis o destino que o técnico da época, Emerson Leão, me trocasse com o Corinthians. Tínhamos temperamentos incompatíveis. E no Parque São Jorge graças a Deus (ou ao Leão!) me dei bem.

Mas independente disso ficou o respeito. Ficou o orgulho de ter vestido a camisa do Palmeiras. Se sou crítico demais é porque não gosto de ver o que as últimas diretorias estão fazendo com o clube. E de certa forma torço para que o Verdão volte a ser forte e honre suas tradições. Parabéns Palmeiras pelo seu primeiro centenário! Faça a festa massa palestrina!!!