Nilmar viaja para sair do Al Jaish;clubes interessados esperam

Leia o post original por blogdoboleiro

Os clubes interessados em contratar Nilmar ainda esperam para saber se o atacante já acertou oficialmente a rescisão de contrato com o Al Jaish, do Catar. O atleta e seu representante, Orlando da Hora, viajaram para tentar definir de vez a saída do clube. O Al Jaish decidiu abrir mão de Nilmar para poder contratar outro estrangeiro, mas tem multa contratual para pagar. Os números pretendidos pelo brasileiro não batem com o que os dirigentes catarianos querem pagar.

O resto é silêncio.

O Corinthians chegou a consultar Orlando da Hora. O empresário disse que abriria conversas depois que tudo estivesse regularizado com a saída do atacante.

“Estamos na mesma. O empresário do Nilmar nos disse que iria primeiro tentar resolver a situação dele lá e depois conversaria com a gente. Mas até agora, ele não entrou em contato conosco”, disse Ronaldo Ximenez, vice de futebol corintiano.

O Internacional também espera.

Segundo o vice-presidente de futebol Marcelo Medeiros, a informação mais recente diz que a dupla Nilmar / Orlando da Hora estava  “entre a Espanha e o Catar”. O presidente da agremiação gaúcha, Giovanni Luigi, é amigo de Eduardo Guimarães, sogro do atacante. Através dele, o Internacional mostrou interesse e soube que Nilmar, 30 anos, precisava acertar a situação com o Al-Jaish.

“Ele ainda não sabe se está totalmente liberado. Parece que ele entende que tem um valor para receber e o clube diz que não. Já nos informamos. Só depois é que poderemos aprofundar alguma coisa. Mas agora estamos mais focados neste jogo contra o Bahia”, afirmou Medeiros, referindo-se ao jogo da noite desta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, pela Copa Sul-Americana.

Já Eduardo Guimarães, sogro de Nilmar, negou que o atacante tenha conversado sobre salários com os clubes. Em entrevista a um blog gaúcho, Guimarães garante que não se falou até agora em salários ou luvas com qualquer clube interessado. “Ele não pediu 800 mil reais para jogar no Internacional”, disse.