Racismo idiota!

Leia o post original por Neto

Atos racistas partiram de uma dentista de 23 anos

Atos racistas partiram de uma dentista de 23 anos

Era pra ser uma partida de futebol como qualquer outra. Estavam em campo o Grêmio enfrentando o Santos pela Copa do Brasil. E em meio ao jogo, até então vencido pelo time santista, uma torcedora do time gaúcho, sabe-se lá porque, começou a chamar o goleiro do Peixe de MACACO. Nítidas palavras racistas que parecem não ter fim. Palavras que vinham forte, do fundo da alma. Quem estava acompanhando as imagens via claramente que a intenção daquela moça era humilhar o Aranha. Um grande absurdo!

Na manhã desta terça para minha surpresa fique sabendo que as imagens mostram uma dentista chamada Patrícia e que presta serviços aos policiais da Brigada Militar de Porto Alegre. Vai entender, né? Como pode uma menina de 23 anos, teoricamente de boa índole, com família com princípios, se envolver em um papelão desses?

O que eu acho é que já passou da hora das pessoas mudarem a mentalidade. Enxergarem que esse negócio de preconceitos não está com nada. É um câncer na nossa sociedade. O goleiro Aranha é tão negro quanto Pelé, o Rei do futebol. É tão negro quanto Lupicínio Rodrigues, autor do hino do Grêmio. E tão negro quanto Airton, Everaldo, Tarciso, Ronaldinho, Zé Roberto e muitos outros ídolos gremistas. O clube gaúcho não tem culpa do que aconteceu. Mas as pessoas que fazem isso tem que sofrer punição. E que sirva de exemplo.

Em quase três décadas de futebol cultivei muitos amigos negros. Alguns deles verdadeiros irmãos. E terei sempre orgulho disso.