Empresário nega qualquer proposta de Nilmar para o Corinthians

Leia o post original por blogdoboleiro

“Agora que realmente posso iniciar negócios, creio que – no máximo sexta-feira – Nilmar terá um novo dono. De repente, até aqui mesmo no Catar. A vida é rápida”. Com esta frase, Orlando da Hora, empresário do atacante brasileiro, encerrou um comentário publicado por ele na internet, na noite deste domingo.

Da Hora tinha acabado de ler a nota do Blog do Boleiro onde ele lamenta que Ronaldo Ximenes, vice-presidente de futebol do Corinthians, tinha revelado que conversou com o representante de Nilmar e confirmado que o jogador estava pedindo alto:  “A proposta inicial é assustadora, mas vamos conversar ainda mais”, disse Ximenes.

No novo comentário, Orlando garante que sequer falou das pretensões de Nilmar. “Ele disse que eu pedi muito alto. Aí ele mandou mal porque eu não fiz pedido”, escreveu. Aliás, o representante do jogador dá outra versão: “Ele (Ronaldo) me fez uma proposta e eu disse que não podia fazer nada sem antes conversar com Nilmar. Era sexta-feira, e disse a Ronaldo que até segunda-feira, hoje, eu não acertaria nada com ninguém sem voltar a falar com ele. Combinamos fazer sigilo e ele não fez. Por isso mandou mal”.

Segundo o empresário,  a partir desta terça-feira ele participa de reuniões com clubes da Europa. Tem encontros marcados na Itália e Espanha. Enquento isso, mantém contato com o Brasil para onde deve voltar ainda nesta semana.  E, outra vez, Orlando garantiu: “Quem realmente quer o Nilmar, vai entender que ele está verdadeiramente de graça no mercado. É um jovem que pode jogar mais seis a oito anos em alto nível. Ele não tem custo de compra. Direitos federativos zero”, garantiu.

Só não digam a Da Hora que Nilmar foi um problema no Corinthians ou que ele não vale o investimento.

Aí, ele sai em defesa do atleta: “Nilmar foi campeão e artilheiro no Corinthians. Ele brigou para não ir embora e o Corinthians o mandou. Ele teve uma relação linda com o Corinthians. Quando o Inter comprou o Nilmar, todo mundo achou uma loucura. Ele ganhou títulos, vendeu camisas, atraiu sócio torcedores e o clube ganhou dinheiro na revenda pela segunda vez. Talvez seja por isso que o Inter acredita muito em Nilmar”.

Os dirigentes do Internacional mantém silêncio sobre o interesse no atacante. O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, disse que nem faria contraproposta.  “Eu fui até lá e fiz uma consulta, me informaram um preço que não posso pagar. Nós estamos fora. Não podemos pegar. Aí me perguntaram: "Mas você não vai fazer uma contraproposta?" É a mesma coisa que você querer comprar uma Ferrari, o valor é um bilhão, que contraproposta eu vou fazer?”, disse depois da partida entre Corinthians e Fluminense.

Esta declaração tem um problema: o empresário de Nilmar garantiu que não fez proposta alguma.