Vitória depois dos 45

Leia o post original por Pedro Ernesto

Pode ser uma virtude do Grêmio ou uma boa dose de sorte. O fato é que o time chegou à quarta vitória consecutiva, duas das quais conquistadas nos acréscimos da partida.

Não faltou bravura, luta ou empenho. O que faltou mesmo foi um futebol de qualidade. Felipão acumulou atacantes, e isso pouco resolveu. O lance individual de raro brilho técnico de Barcos foi a razão da vitória.

Outros clubes

Todos nos demos conta da grave crise do Botafogo. Um time que é levado pelo profissionalismo de seus jogadores. Entra dinheiro na conta do clube, vem a penhora eletrônica e saca tudo. Os conselheiros mais ricos é quem seguram a bronca. O Flamengo tinha dívidas que beiravam R$ 1 bilhão. Felizmente, encontrou empresários sérios que assumiram o clube estão quitando as contas.

Salários

O padrão salarial dos clubes brasileiros já começou a baixar. Mas ainda está longe da realidade. Treinadores e jogadores ganhando quase R$ 1 milhão mensais, nem a Europa paga isso. Na ânsia de fazer um bom time, os dirigentes comprometem a saúde financeira dos clubes. Passado o mandato, saem e deixam o pepino para os que assumem. São montantes impagáveis. Mais adiante, vão em comitiva ao Palácio do Planalto pedir perdão ou parcelamento das dividas fiscais.

É demais

Duas vitórias da Seleção servem para bom começo de Dunga. Não foi nada muito espetacular, mas está distante do comportamento brasileiro na Copa. Temos agora uma Seleção que articula marca e joga.

É de menos

O gramado do estádio que o Brasil atuou em Nova Jersey é ridículo. Um estádio de futebol americano que nada tem a ver com o nosso futebol. Incrível como as seleções importantes se prestam para jogar nessas condições.