Pelé ou Maradona? Ronaldinho Gaúcho sobe muro e prefere os dois

Leia o post original por blogdoboleiro

Se tivesse que escolher entre Pelé e Maradona, quem Ronaldinho Gaúcho escalaria no time dele numa pelada com os amigos? Esta pergunta foi feita ao novo jogador do Querétaro, que foi apresentado nesta sexta-feira e participou de um programa na UnoTV do México. A resposta? “Eu sairia e colocaria os dois para jogarem, um de cada lado, e ficaria assistindo”.

Ronaldinho Gaúcho, durante meia hora, escapou de qualquer possibilidade de um deslize. Tirando aquela olhadinha para uma assistente de palco, que virou vídeo viral na internet (com direito a dizer que as mulheres mais bonitas do mundo não estão no México), o que ele mais fez foi dizer que estava envergonhado, que é tímido e só se sente feliz mesmo em campo.

O Blog do Boleiro reviu a entrevista e separou algumas respostas de Ronaldinho Gaúcho que assinou contrato de dois anos com o time mexicano.

A PARTIDA INESQUECÍVEL
Ele escolheu o confronto contra o Real Madrid, no Santiago Bernabéu, em 2005. Nesta partida, ele marcou dois golaços na vitória do Barcelona por 3 a 0. Ao final, foi aplaudido em pé pelos torcedores merengues, reconhecendo o talento de dois tentos marcados depois de dribles desconcertantes.

“Na hora nem percebi direito o que estava acontecendo porque estava focado no jogo e queria a vitória. Hoje, eu desfruto mais. Quando olho vejo que foi algo grande. E brinco com os amigos dizendo ‘olha lá o que eu fiz’. É uma emoção diferente fazer um gol e ver os torcedores adversários aplaudindo”, disse.

A MELHOR CIDADE PARA FESTAS
Nesta, Ronaldinho foi esperto. Perguntado qual a melhor cidade para festas, entre Paris, Barcelona, Rio de Janeiro e outras por onde ele passou, o brasileiro se saiu assim: “O melhor lugar para festa é em campo”.

O meia ganhou aplausos e não se falou mais nesse assunto que, entre outros fatos,  já rendeu algumas reclamações de vizinhos de condomínio no Rio de Janeiro, onde morava quando jogou pelo Flamengo. As festas do jogador eram muito barulhentas e longas.

CANSADO DE GANHAR TUDO?
Campeão do mundo com a seleção brasileira e com o Barcelona e eleito o melhor do planeta duas vezes, Ronaldinho – aos 34 anos – não estaria agora sem objetivos na carreira? Resposta: “Quando você ganha um campeonato e sente o gosto do que é isso, você quer ganhar todos os dias. Porque sabe como é bom ganhar”.  

O DESAFIO DE JOGAR FUTEBOL
“Quando eu entro em campo procuro fechar os olhos e tapar o ouvido para focar somente na partida. A gente tem sempre que estar pronto para dar a volta. Se você não vai bem na quarta-feira, tem outro chance no sábado ou no domingo”
, disse Ronaldinho quando perguntado sobre o que precisa provar em campo. E ele completou: “Tem que mostrar que não está velho, que está bem”.