Vice vai cobrar Pato por dizer que jogaria contra Corinthians

Leia o post original por blogdoboleiro

“Vou conversar com ele em Curitiba. Ele não pode falar uma coisa dessa porque cria uma expectativa na torcida para uma coisa que não vai acontecer”. A frase é de Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do São Paulo. “Ele” é Alexandre Pato. “Uma coisa dessa” foi a declaração que o atacante deu, depois da vitória sobre o Cruzeiro, no domingo: “Tem 90 por cento de chance de eu jogar contra o Corinthians”, disse o jogador para um grupo de repórteres. E “uma coisa que não vai acontecer” é exatamente a presença de Pato em campo contra o Corinthians, o que só poderá ser confirmado se o São Paulo pagar uma multa de um milhão de reais.

Gil Guerreiro não sabia, até a noite desta terça-feira, que Pato tinha quase garantido que jogaria no próximo domingo contra o clube a quem ainda pertence e que lhe paga metade do salário mensal (cerca de R$ 400 mil). Não gostou da atitude do atacante. “Ele deve estar brincando. Não tem a mínima chance disso acontecer”, afirmou o dirigente.

O vice de futebol tricolor ainda contou ao Blog do Boleiro que avisou Pato da impossibilidade dele encarar o Corinthians. “Mandei um ofício consultando o presidente do Corinthians, Mário Gobbi (Corinthians). A resposta foi de que não há a menor possibilidade. E eu disse isso ao Pato”, falou.

Alexandre Pato está no São Paulo por empréstimo. Jádson foi para o Corinthians. A troca feita pelos clubes tem no contrato uma cláusula em que Pato não pode enfrentar o time do Parque São Jorge. Os dirigentes corintianos fizeram questão desta restrição por um motivo: o Corinthians perder um jogo para o São Paulo com gol de Pato.

A equipe comandada por Muricy Ramalho enfrenta o Coritiba, na noite desta quarta-feira. Ataíde vai à capital paranaense no final da manhã e ele vai conversar com Pato para que não continue dizendo que vai jogar contra o Corinthians. O clássico está marcado para domingo na Arena Corinthians. O São Paulo é o vice-líder do Campeonato Brasileiro com quatro pontos a menos do que o líder Cruzeiro.