Narrador nega gozação, mas pede desculpa a Rafael Moura

Leia o post original por blogdoboleiro

Luiz Augusto Alano, narrador da Rádio Gaúcha, respondeu ao protesto do atacante Rafael Moura, do Internacional. O jogador, que marcou o gol da vitória do time gaúcho contra o Atlético Paranaense, não gostou de saber que Alano tinha narrado o lance e dito que gritaria ‘gol’ outra vez porque “sabe lá Deus quando ele vai fazer mais um”.

Rafael acusou Alano de falta de respeito, numa carta aberta e longa. A resposta do narrador veio através do perfil dele nas redes sociais.

Leia:


Luiz Augusto Alano
Sobre a nota oficial do Rafael Moura.

Gostaria de dizer que a transcrição inteira do gol do Rafael Moura que narrei na transmissão da Gaúcha sábado em Curitiba, não é só a frase ” Sabe Deus quando ele vai fazer mais um “. Foi dito que que ele procurou o gol, tirou a má fase, ele merece, Ave He-man..

A narração é um momento, inspiração. Na hora optei por gritar duas vezes para HOMENAGEÁ-LO e o momento da quebra do jejum. Não é comum gritar duas vezes por um gol. Vibrei com isso.

Meu pai foi jogador de futebol e sei muito bem o que uma família de um atleta sofre com as críticas.

O futebol pra mim é alegria, emoção e também porque não um pouco de corneta.

Se na opinião do Rafael Moura passei do ponto, peço desculpa. Mas não foi e nunca será minha intenção.

Assim como ele joga pro público o ouvinte é o meu consumidor. Tentamos expressar muitas vezes o que o torcedor pensa. Estamos sempre no limite. Não creio que foi ofensivo. Desejo sorte ao atleta e mais gols no clube. Minha felicidade é gritar muitos gols nas transmissões.