“Apóstolos” da Fiel na religião chamada Corínthians

Leia o post original por Mion

Sócrates o maior craque do Timão. Seis anos de clube, 3 títulos Paulista e quase 180 gols.

Gilmar, Zé Maria, Domingos da Guia, Amaral e Wladimir; Biro Biro, Sócrates, Neto e Rivelino; Casagrande e Palhinha . No banco,Ronaldo, Gamarra, Ruço, Marcelinho Carioca, Zenon e Tévez. Técnico-Oswaldo Brandão. Que time, hein? Na época fui consultado sobre a seleção dos 100 anos do Timão. Difícil escolha, tanto que o meu banco tem seis jogadores. Não havia como fugir disso, e olha que muita gente boa ficou fora. Na verdade, os jogadores do banco podem ser titulares, apenas por opção, pois muitos nem vi jogar, mas como admirador do futebol e ouvindo o pessoal mais antigo, fiz um levantamento equilibrado ouvindo torcedores do Timão de todas as faixas etárias.
No gol, os goleiros Gilmar e Ronaldo. O primeiro é uma lenda para todos os torcedores. A maioria considera o melhor goleiro brasileiro de todos os tempos. Ronaldo eu vi jogar e ele encarnou a camisa corínthiana.
Nas laterais, escolhi Zé Maria eWladimir. Dois jogadores raçudos, fortes na marcação e que atuaram muitos anos no clube. Eram dedicados, seguros e amados pela Fiel.
Na zaga, três cracaços: Domingos da Guia, Amaral e Gamarra. Firmes, ótimos nas bolas aéreas e elegantes no trato da bola. Eles têm o mesmo perfil, cada um em sua época. Não jogaram juntos, mas poderiam, fácil, fácil.
Na meia-cancha, o “rei da raça” Biro Biro, jogador dedicado, lutador e de boa qualidade técnica. Para completar, Sócrates,Neto, Rivelino, Marcelinho Carioca e Zenon. Falar destes é simples: craques, gênios da bola. Simples e direto. Jogavam demais.
No ataque, dois jogadores históricos, goleadores. Palhinha era craque, veloz, inteligente. Já o“Casa”, matador e iluminado. Para Tévez não há menos predicados. Um jogador raçudo e marcante, apesar de pouco tempo no clube.
Como técnico, o mestre Brandão, conhecia tudo de futebol e mais um pouco. Sem mais comentários.
Bom é isso, mas tem mais gente que pode ser considerado como “apóstolo”dessa religião chamada de Corínthians.