Desperdício

Leia o post original por Pedro Ernesto

O Corinthias teve três oportunidades e marcou dois gols, o Inter teve seis ou sete e só marcou um. O desperdicio colorado foi fatal no jogo de ontem no Beira-Rio. Fabrício foi o jogador mais lançado em todo os jogo. Perdeu um gol incrível no inicio do segundo tempo e não aproveitou muitas chances de gol.

O Corinthians veio a morrer. Depois do vexame da última quarta-feira (levou 4 a 1 do Atlético-MG), precisava ganhar. Foi ontem o que o Inter foi domingo passado. Essa é uma derrota de seis pontos, já que o time de Mano Menezes subiu, e o Inter fica parado, ainda dentro do G4.

Sonolento

Quem tinha interesse em dormir cedo no sábado, poderia acompanhar o jogo do Grêmio contra o Goiás, um dos mais sonolentos que já vi. Felipão começou jogando com três volantes, e as alterações que fez foram volantes por volantes.

Em, nenhum momento, o técnico do Grêmio mostrou interesse em ganhar a partida. Acho que deveria ter mais audácia, atacar mais, porque não era muito difícil ganhar do Goiás.

É demaaaiiis!

O Brasil foi a Brasília e trouxe a classificação para a Série C. Uma façanha do time xavante, que redundou numa grande festa em Pelotas. O grande herói do jogo foi Eduardo Martini. Fez grandes defesas durante o jogo e também nos pênaltis. O técnico Rogério Zimmermann nos entrega mais um grande trabalho. Parabéns, xavantada.

É de menos!

Santa Catarina poderá ter cinco times na Série A em 2015. No Rio Grande do Sul,  só temos Grêmio e inter nesta divisão. Na Série B, não temos ninguém. Na C, tem a dupla Ca-Ju e, agora, o Brasil de Pelotas. Sinto muita inveja dos catarinenses. A Federação Gaúcha de Futebol deveria cuidar mais dos clubes do Interior e lhes dar condições de melhorar.