Pedro Ernesto: Florianópolis

Leia o post original por Pedro Ernesto

Imagino a grande legião de colorados na partida deste sábado, no Estádio Orlando Scarpelli. Muito gaúchos e colorados já moram em Florianópolis. Outros tantos residem ali por perto, em praias como Garopaba ou Itapema, ambos em raio de 80Km da Ilha da Magia. São esperadas caravanas de gaúchos radicados em Santa Catarina. A esses todos ainda se juntarão os que sairão do Rio Grande do Sul e ganharão a BR-101 ou a BR-116. Florianópolis será vermelha neste sábado. Acredito em mais de 10 mil colorados apoiando o time nesta hora decisiva, em que uma vitória garante a vaga direta na Libertadores. Nos grandes momentos, os torcedores do Inter não negam fogo.

Retornos
Nilmar não poderá ser escalado por Abel Braga. O mesmo acontece com Jorge Henrique e Alan Patrick. O técnico já não contará com D’Alessandro, Gilberto e Fabrício, suspensos. A lista de desfalques tem ainda os lesionados Muriel, Juan, Claudio Winck, Wellington Costa, Luque e Sasha. São 12 jogadores, mais de um time de fora. Faz muita diferença. A equipe perde qualidade. Mesmo assim, é preciso achar formação capaz ganhar do Figueirense.

Dia do Fico
Jorge Baidek, empresário e ex zagueiro do Grêmio, trouxe proposta milionária para Felipão trabalhar no futebol asiático. O técnico nem quis saber. Promete seguir no clube. Mesmo com os fracassos de 2014, é experiente e já conhece os jogadores. O que falta agora é aquele Felipão vitorioso de outros tempos. Em 2014, nem vaga na Libertadores conseguiu.

Demmmaaaiissss
Agências internacionais de notícias avaliam que Felipão teve ano terrível. No terreno esportivo, concordo. Foi péssimo na Copa e no Grêmio, onde ficou aquém de Renato e Luxemburgo, que levaram o Grêmio à Libertadores. Do ponto de vista pessoal, foi um grande ano. Faturou milhões em publicidade na Seleção e em salários na CBF e no Grêmio e ganhou um neto, o que é um presente de Deus. Não da pra dizer que foi ruim

De menos
O zagueiro Pedro Geromel e o meia Giuliano foram pacientes de cirurgia ontem e passarão as férias de molho. Não estarão à disposição na pré-temporada. Mais um problema para ser resolvido pelo Grêmio, que tem a necessidade de montar um time minimamente competente para começar o ano. Está complicada a fase nas bandas da Arena.