Corinthians vence e aumenta a diferença com ajuda dos “corintianos” Pato, Willian e Mano Menezes

Leia o post original por Quartarollo

Corinthians continua folgado na liderança do Brasileiro.

Agora são 54 pontos ganhos contra 49 do Atlético Mineiro e 45 do Grêmio.

A diferença voltou a aumentar neste fim de semana graças a esperada vitória sobre o Joinvile, 3 x 0, com recorde de público (41.809 pagantes), no Itaquerão, contando com a derrota do Grêmio e empate do Atlético Mineiro.

Tudo conspirou a favor do Corinthians e não se pode falar de arbitragem embora os irresponsáveis dirigentes gremistas tenham batido em Sandro Meira Ricci depois da derrota para o São Paulo, em Porto Alegre.

Foi por causa de uma jogada do enrolado Fernandinho com Mateus Reis fora da área, mas o atacante caiu dentro. Eu nem falta daria.

Fernandinho se joga quando percebe que não alcançará mais a bola e o árbitro acertou em não marcar nada.

Em Belo Horizonte, no empate de 1 x 1, no clássico mineiro, o atacante Willian, ex-Corinthians fez o gol do time estrelado e ainda sofreu um pênalti aos 44 do segundo tempo que Vitor acabou pegando garantindo o empate.

Na verdade não foi pênalti, Jemerson derrubou Willian fora da área, mas Leandro Pedro Vuaden, que já viveu fases melhores, acabou botando a bola na cal.

O Atlético tinha empatado pouco antes com o atacante Carlos.

O Cruzeiro reclama que Leonardo Silva fez pênalti metendo a mão na bola ainda no primeiro tempo.

Também não daria. É pênalti de TV e embora tenham usado expressão da posição antinatural do braço do zagueiro, não consigo imaginar como alguém salta sem esticar os braços.

Mano Menezes foi outro “corintiano” que trabalhou bem, no Mineirão, e por pouco não levou o time a vitória em seu primeiro clássico local.

Em Porto Alegre, Juan Carlos Osório que se vangloria de jogar no ataque, parece que aprendeu que os fatos tem mais forças que as palavras e ganhou o jogo no contra-ataque.

O ainda “corintiano” Alexandre Pato abriu o marcador e o Neymar do Nordeste, Rogério, fez 2 x 1, garantindo a vitória e reabilitando o São Paulo no Brasileiro.

Esses dois resultados deram muita alegria aos corintianos que jogaram de manhã e passaram pelo Joinvile por 3 x 0 sofrendo um pouco em alguns lances, mas tomando conta do jogo do começo ao fim.

A nota triste e negativa foi a contusão de Rildo que pela primeira vez tinha a chance de ser titular e só jogou um pouquinho.

No primeiro lance caiu de mal jeito e teve séria contusão na clavícula.

Pelo menos um mês ficará fora do futebol e Malcon, que tinha virado reserva, virou titular e foi um dos melhores em campo fazendo o primeiro gol corintiano.

Uendel fez o segundo de pé direito, o pé bobo segundo ele, e Vagner Love numa grande arrancada de 50 metros fez o terceiro.

São Paulo e Flamengo subiram e continuam brigando no G-4. O rubro-negro é o quarto colocado com 41 pontos e 13 vitórias.

O São Paulo também tem 41 pontos, mas uma vitória a menos.

O Flamengo venceu a Chapecoense (3 x 1), em Chapecó, onde é mais difícil chegar do que ganhar.

Será mais uma semana de jogos interligados no Brasileiro.

O líder Corinthians sairá quarta-feira para jogar, em Porto Alegre, diante do Internacional e domingo pela manhã recebe o Santos, no Itaquerão.

O Atlético Mineiro tem o Santos quarta-feira, na Vila Belmiro, e domingo o Flamengo, no Independência, em Belo Horizonte.

O Grêmio no meio de semana vai à Curitiba enfrentar o Atlético Paranaense e sábado joga aqui em São Paulo, no Pacaembu, com o Palmeiras, às 18h30.

O Flamengo tem uma molezinha contra o Coritiba, no Maracanã, na quinta-feira, e o São Paulo recebe no mesmo dia, no Morumbi, a Chapecoense.

Domingo vai à Florianópolis enfrentar o Avaí. São dois jogos que se não inventar muito, o São Paulo pode fazer 6 pontos e até ultrapassar o Flamengo na quarta posição.

Com a derrota para o lanterna Vasco da Gama, 2 x 0, o Atlético Paranaense ficou para trás nessa briga a exemplo do Palmeiras.

Ambos têm 38 pontos ganhos e enfrentam o terceiro colocado, Grêmio, na semana.

O Furacão na quarta-feira, em Curitiba, na Arena da Baixada, na quarta-feira e o Verdão no sábado aqui em São Paulo.

No fim de semana o Atlético tem o clássico com o Coritiba, no Couto Pereira.

No meio de semana o Palmeiras vai ao Maracanã enfrentar o Fluminense que está caindo pelas tabelas e hoje conseguiu perder para o Sport, 1 x 0.

Time pernambucano não vencia há 10 rodadas no Brasileiro.

Santos e Internacional com 37 pontos matematicamente ainda podem chegar no G-4, mas acredito que já deram adeus há um bom tempo.

O Santos vinha em franca recuperação e caiu feio diante da Ponte Preta, 3 x 1, e o Inter venceu o Coritiba, em Curitiba, 1 x 0, mas não aliviou muito sua campanha.