Textos palmeiras livro 

Leia o post original por Mauro Beting

Mauro Beting. Livro textos palmeiras 
4 banquetes 

1 despedida do palestra ingresso

6 preleções 

Despedida Alex 

Entrada em campo Evair 

Não do novo estádio 

Muda palmeiras 

Vídeo viral final copa do brasil 

Roteiro adidas copa do br 12

Mc Allianz parque. São 2

Prefácio JB do marcos 

Prefácio do São marcos 

Prefácio do Evair 

Fazer um pro Ademir da guia 

FAzer um pro Leivinha 

Bacharel

Textos do calvário de 2012

Texto do torcedores.com

Arrumar as fotos pro livro 

Pensar em ilusradorexws 

Depois de 1 a 5 Chapecoense 
Sou jornalista esportivo há 25 anos por ser palmeirense há 49. Sou um palmeirense que está jornalista. Sou pago para ser jornalista, não torcedor. Não preciso torcer enquanto trabalho. Mas para trabalhar melhor não posso deixar de torcer. É só tentar não distorcer.
A vantagem de continuar sendo torcedor é poder “antever” fatos possíveis em relação ao próprio clube. O real temor de uma derrota para o lanterna do turno. O verdadeiro pavor de um placar dilatado. Mais que tudo, a certeza pétrea de que ao menos um ex vai aprontar. E se ele está no banco, mais ainda. E se Ananias… Sim. Admita, irmão de credo e de cor. Nem se Messi tivesse entrado no final do jogo em Chapecó a certeza de que sairia um gol seria maior que a de gol de Ananias. Tanto quanto sabe que ninguém tem os 11 títulos nacionais conquistados, o palmeirense sabia que levaria um gol de Ananias. 

São coisas que os torcedores sabem que têm mais chances de acontecer. Marcos vai pegar pênalti. Robinho fará por cobertura. Vai vencer na Baixada. Ademir da Guia é divino. Vai ganhar final do maior rival. Vai perder final para o mais jovem adversário. O Romarinho vai fazer gol na gente. Vamos reclamar do árbitro. Vamos xingar jornalista. Vamos levar uma tunda inesperada.
Opa! Surpresa não é mais. Surpresa é a gente se surpreender. Surpresa é não ressuscitar um adversário. É não achar que tem de mandar todo mundo embora. É ganhar um daqueles jogos de Palmeiras e não pensar que a Academia está de volta, ou que o espírito de Felipão voltou. 

Somos assim. E todos os clubes têm seus Romarinhos e Asas verdes. Seus Evaires e Tolimas. Essa é a nossa graça. Desgraça é quem não tem desgraça para amaldiçoar. 

Levanta a cabeça, torcedor do Palmeiras. Põe o pé no chão, time do Palmeiras. Coração doído. Mas segue batendo doido. É assim. Vai ser sempre. Depois da Chapecoense vem a ambulância. A bonança não vem da tempestade. Vem de ser Palmeiras todo amanhecer.#palestranosensinapalmeirasénossasina

Gino bardelli

Gino Bardelli, você é G4. Com @fchiorino @leandrobeguoci e @mmfluk vocês que estão comigo escreveram 100 anos de história verde. Comigo e @ezequiel_filho1 @jota_christianini e Galuppo escrevemos os 20 jogos eternos do Palmeiras. Eterno como você, Gino. Um cara do bem que Deus nos leva hoje sem pedir licença. Do mesmo modo como você um dia me pediu para trabalhar comigo em livros do Palmeiras. E foram dois. Seria mais um trabalho que eu te convidaria na sexta-feira, no café devido há mais de um mês. No mesmo dia em que a gente falaria do seu livro do Palmeiras de 1996. Aquele que fez tanta história em tão pouco tempo. Aquele que deu tanto orgulho e alegria em tão pouco tempo. Aquele que não ganhou tudo que poderia. Aquele que não teve tempo. Mas é de todos os tempos e de todos os verdes. Aquele igual a você, Gino. Já disse o Leandro. O único de branco da foto. Eterno palestrino. Dá um beijo no meu pai que eu dou outro no seu. Um dia a gente se revê. E vou te rever sempre não só no Palmeiras de 1996. Em todos os Palmeiras. Grazie tanto, fratello. Siamo noi.

26/8/2015
Pode ser o 10 divino na posição santa do 12. Ou o 9 matador ou maluco, 7 animal, 1 guardião, 1965 pelo Brasil, 1993 da paixão, 1999 da América, 1951 intercontinental, 1914 eterno, 20 campeão do século, zunzunzum é o 21. É 101. E contando história. 

Mas não precisa contar.

Amor não se mede. Amor não se cobra.

Amor… SE PALMEIRAS! #PalestraNosEnsinaPalmeirasÉNossaSina

Tal avó tal netos 

#FamíliaPalmeiras. Tal avô, tal netos. Véspera de Dia dos Pais, 2012. O último passeio do Nonno com os meus filhos. Nas obras do estádio que seria inaugurado dois anos depois, quando fui mestre de cerimônias. Inspirado pelo meu pai que foi três meses depois da foto. Este será o terceiro ano em 48 sem o Babbo. Será o primeiro longe dos meus, trabalhando no Rio. Não terá almoço de sábado, como é praxe por conta da minha profissão. Não terá nem o beijo de domingo, como tem sido desde 1999. Mas vai continuar tendo todo dia desde 1998, quando veio o mais velho, e ainda mais desde 2001, quando chegou o caçula. Dia dos Pais é para vender pijama. Todo dia é dia de ser o que mais me deixa feliz. Ter filhos como Luca e Gabriel. Parabéns a todas as mães por nos fazerem todos os pais dos dias. #TalPaiTalFilho. #PalestraNosEnsinaPalmeirasÉNossaSina #AllianzParque

Preleçao contra Fluminense 
Oi, gente. Aqui é o Allianz Parque. A casa do Palmeiras. O lar de vocês. Eu só queria agradecer por tudo que fizeram este ano. E principalmente pela vitória contra o Fluminense na Copa do Brasil. Que jogo. Que vitória. Que Palmeiras!
Parecia aquela partida do Verdão em 99, também na Copa do Brasil. O Palmeiras tinha cinco minutos para fazer dois gols no Flamengo. E fez com o Euller. O velho Palestra veio abaixo. E com aquela vitória o time do Felipão foi pra cima e ganhou a Libertadores naquele ano. A nossa primeira Libertadores. 
A segunda agora é com vocês. Para isso, antes, é preciso ganhar a final da Copa do Brasil. Mas vocês sabem que eu, Allianz Parque, sou um estádio do futuro. Eu vim do futuro. E eu sei o que vai acontecer. Eu sei que vocês ganharam do Fluminense. Eu sou o futuro.  
Só quem não sabe é quem não acredita. Não tem fé. Eu acredito em vocês. Tem até muito palmeirense que não acredita. Diz que já acabou a paciência. Que não sei o que. Que não sei quem é melhor. Que não sei quem não pode jogar pelo Palmeiras. 
Eu vim do futuro. E conheço o passado de glórias do Palmeiras. O campeão do século XX. Nos últimos anos não demos sorte. Mas quase nenhum de vocês estava aqui. Vocês não são os responsáveis por aquilo. Mas hoje vocês são tudo de bom do Palmeiras. Tudo que é campeão. Vocês são os caras que vão fazer o time tricampeão da Copa do Brasil. Vocês vão calar os críticos. Vocês vão silenciar as cornetas. Vocês são o alviverde inteiro. 
Cada parte do Allianz Parque é de vocês. Eu joguei junto com o time na vitória contra o Fluminense. Eu vou jogar junto na final da Copa do Brasil. Nós vamos juntos dar a volta por cima. A volta olímpica do título. A volta do Palmeiras campeão de volta à sua casa. A nossa casa. Ao Allianz Parque. 
A aliança da torcida com o time. A aliança dos caras legais que vocês são. Do time que joga como equipe. Do grupo que joga por cada um. Dos milhares de olhares que vem aqui no Allianz. Dos milhões que oram pelo Palmeiras. A hora é essa. É tempo de Verdão. Quem viver verá o que eu já vi e vivi. 
O Palmeiras tantas vezes campeão. Vocês ainda mais vezes campeão. Não precisa temer. É só torcer pelo Verdão. 
É hora de ir pra campo, Palmeiras. É hora de ser Palmeiras. Campeão. Eu já sei quanto foi o jogo. Eu vim do futuro. Mas quem é Palmeiras já sabe o que vem pela frente em qualquer tempo e em qualquer campo. Ainda mais o nosso. Aqui quem manda são vocês. Eu só vejo vocês na frente. Eu sou vocês. O Palmeiras é de todos vocês. Campeões. 
Vão lá para dentro e lá pra frente. Vão ser Palmeiras. Campeões.