São Paulo acertou com Maicon? E a ausência do Ganso?

Leia o post original por Fernando Sampaio

ganso foraNo último post do São Paulo, recebi uma pergunta do internauta Tiago.

O que você achou da contratação do Maicon?

Pergunta interessante.

Os profissionais que trabalham no futebol, aqueles com quem converso, acharam loucura. Lucão é jovem, tem potencial. Maicon não é mais criança. Dificilmente será vendido por um valor maior no futuro. Neste sentido, pensando em termos de futuro, “investimento”, pareceu loucura mesmo.

Mas a negociação não foi feita pensando no retorno financeiro.

Foi feita pelo momento, necessidade imediata.

A contratação do Maicon com certeza foi decidida pelo momento atual. Não acredito que o São Paulo pagaria tudo isso se estivesse fora da Libertadores. O Porto estava certo, aproveitou a situação e cobrou caro. O desespero contou na negociação.

A curto prazo achei uma boa, a longo prazo tenho dúvidas.

A Inter de Milão esteve aqui atrás do Lucão. O São Paulo não vendeu. Claro, o garoto passou por todas as seleções de base do Brasil. Raríssimos jogadores atuaram tantas partidas como titular do São Paulo aos 19 anos. Lucão pode virar Casemiro. Se no futuro vingar nas grandes equipes da Europa vamos ouvir a desculpa: “Ah, lá virou profissional, blá, blá, blá..” .

Bobagem, o jogador vai amadurecer com a idade.

Maicon era reserva do Porto. Foi emprestado. Chegou aqui e arrebentou. Enquanto isso, Lucão foi queimado pela torcida. Faz parte da vida. Subiu num dos piores São Paulo da história, jogando ao lado de Denis, Bruno, Carlinhos, Hudson e Cia. Não teve a oportunidade de jogar numa equipe experiente, como vários zagueiros do Corinthians que acabaram vendidos.

Faz total diferença no primeiro ano de profissional jogar com Cássio, Gil, Fábio Santos, Ralf, Elias, Renato Augusto…

Hoje, a contratação do Maicon deve ser comemorada.

Daqui há alguns anos não sei se estaremos pensando da mesma forma.

Futebol tem muita paixão e emoção, muito pouca razão.

Ganso está fora.

Complicado, mas o São Paulo não pode depender só do Ganso. Para chegar na final da Libertadores é preciso mais que isso. Ganso não é Neymar ou D’Alessandro que já decidiram Libertadores.  O Atlético Nacional tem muito mais problemas, está sem ritmo de jogo, mudanças no elenco… Maicon, Calleri e Michel Bastos tem condições de fazer a diferença. Mena é fraco mas é experiente, está voltando de uma conquista importante, confiante. Bauza e Lugano fazem diferença fora de campo.

Enfim, acredito no São Paulo mesmo sem Ganso.