Processem o árbitro!

Leia o post original por gazeta

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O jogo transcorria normalmente. Aí apareceu o “árbitro”. O tal Thiago Duarte Peixoto. E inventou a expulsão de um jogador, pai de família, que não tinha nada com o lance.

É muito triste. Erros existem. Mas não desse porte. A tal Federação Paulista de Futebol não tem capacidade, sequer, para colocar alguém capaz de apitar um jogo. E pior é
que custa uma fortuna aos clubes. Um intermediário que só atrapalha.

A vitória do Corinthians atenuou a besteira. Mas não a culpa. Está na hora dos clubes passarem a processar árbitros, cartolas, “organizadores”. Até o Palmeiras ele atrapalhou.

Trouxe uma responsabilidade de vitória, acima do normal. Desprezível tudo que se viu. Mas nada muda. É sempre desse jeito. Quase sempre atrapalham os jogos. Em alguns momentos prejudicando pequenos. E em outros inventando palhaçadas, em clássicos maiores do que eles.