Amadores e outros bichos

Leia o post original por Flavio Prado

Al Ain e Team Wellington abriram o Mundial de Clubes com um jogo divertido. Os amadores do Wellington abriram 3 a 0, mas até por terem outras profissões e só treinarem no período noturno 4 vezes por semana, cansaram e cederam o empate. Nos pênaltis deu Al Ain. Divertido. Mas é isso que queremos?

Campeão do mundo tem que ser grandão. Será, é claro, mas essas partidas para simplesmente termos todas as confederações representadas, têm algum significado? Porque não fazem jogos entre eles, separadamente, e entram apenas como figurantes que são, com um ou dois representates, entre os verdadeiros times gigantes?

Se a ideia é fazer festa tudo bem, mas daí a considerar esse torneio importante vai uma distância enorme. Não é a toa que os europeus ignoram. Disputam a Champions e depois isso. Não dá. Gosto de ter um time campeão do mundo. Mas que seja grande de verdade, numa competição de força. Não esse festival de periferia com grife.