Corinthians analisa Marcelo Moreno sem descartar Tardelli e Love

Leia o post original por Perrone

A diretoria do Corinthians está levantando informações sobre Marcelo Moreno. Os dirigentes querem saber as pretensões salarias do atacante e sua disposição em voltar ao Brasil.

Outra missão do clube é se atualizar a respeito do desempenho do boliviano. Ele está livre de seu compromisso com o chinês Wuhan Zall. Ou seja, não é preciso pagar pelos direitos federativos.

Inicialmente, a análise é de que a contratação de Moreno seria financeiramente mais viável do que a de Diego Tardelli ou Vágner Love. Porém, o alvinegro mantém esses dois outros nomes na pauta. Tardelli é o mais cobiçado.

Moreno já disse a pessoas próximas que considera a possibilidade de retornar ao Brasil, contudo, ele tem ofertas da China e desperta o interesse de outros times brasileiros.

Conforme o blog apurou, a possibilidade de defender o Corinthians o agrada. O fato de o time paulista não estar na próxima Libertadores não é visto como problema. De seu futuro clube, ele espera força para disputar títulos.

Aos 31 anos, Moreno tem uma situação financeira confortável. Essa condição o faz estudar a possibilidade de ganhar no Brasil menos do que embolsaria na China.

Mas, como costuma acontecer com jogadores livres de contrato, ele vai exigir luvas generosas, já que o interessado não precisará pagar por seus direitos.

A exigência pode ser um fator complicador para o Corinthians, que está no mercado com poucos recursos. Por outro lado, há um aspecto positivo. Boa parte das luvas poderia ser diluída no salário. O parcelamento daria mais fôlego para os corintianos conseguirem o dinheiro. Seria também uma forma de “driblar” o teto salarial de R$ 400 mil estipulado pela direção. A quantia mensal superaria esse valor, mas, oficialmente, o montante excedente não seria considerado salário.

Há receio na diretoria de que a contratação de jogadores superando o teto salarial irrite atletas com mais tempo de casa. Jadson, por exemplo, aceitou renovar seu contrato recebendo menos para se enquadrar nessa política financeira.

A favor de Moreno está sua condição de atacante que ajuda na marcação, algo muito valorizado por Fábio Carille. Neste momento, ele também se encaixa no que o gerente de futebol corintiano, Alessandro Nunes, chama de oportunidade de mercado.

Já Tardelli, de 33 anos, tem sua contratação considerada como muito difícil, mas não impossível. Neste mês ele fica sem contrato com o Shandong Luneng e tem outras propostas estratosféricas para permanecer na China. Os corintianos avaliam ser difícil chegar a uma oferta que seduza o centroavante.

Por sua vez, Love, de 34 anos, tem contrato com o Besiktas até junho de 2020. Quem acompanha a situação indica que ele está insatisfeito no clube turco. Em tese isso poderia ajudar o Corinthians, mas ainda faltaria um acerto com o Besiktas.

A contratação de um centroavante é considerada prioritária pelos cartolas corintianos. Essa foi uma das posições mais carentes do elenco durante a última temporada.

Colaborou Diego Salgado, do UOL, em São Paulo