São Paulo, um vexame atrás do outro…

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Ponte Preta 1 x 0 São Paulo.

O São Paulo liderou o Campeonato Brasileiro de 2018 por várias rodadas e fez seu torcedor se empolgar com aquele papo de “o campeão voltou”.

As coisas estavam se arrumando com Aguirre, mas mandaram o uruguaio embor e trouxeram Dorival Jr.

E a aposta para 2019, bancada por Raí, é o técnico André Jardine (foto), que está sob pressão. Muita pressão.

Depois da derrota para o Talleres por 2 a 0, pela pré-Libertadores, seria de bom tom vencer a Ponte e seguir motivado para tentar reverter o quadro agonizante contra o time argentino, quarta-feira, no Morumbi.

Mas não tem jeito.

O Tricolor perdeu para a Ponte, gol de Hugo, aos 33 minutos do segundo tempo, lambança da defesa e do goleiro Tiago Volpi, após cobrança de escanteio de Gérson Magrão.

Esse time do São Paulo não assusta ninguém, exceto seus torcedores, que não aguentam mais tantos dissabores.

É um vexame atrás do outro.

O que se viu neste sábado, no Moisés Lucarelli, foi o Tricolor mais uma vez todo capenga, sem um meio-campo entrosado com o ataque e uma defesa que fica dando chutão tentando uma bola milagrosa e ainda se atrapalhando nas bolas aéreas…

Em síntese: um show de horrores.

Se os jogadores e o treinador do Talleres assistiram ao confronto entre Ponte e São Paulo devem estar esfregando as mãos, pois a classificação argentina é praticamente certa.

Batata, como diria Nelson Rodrigues!

MAIS CEDO, NO PACAEMBU…

Foto: Reprodução/TV UOL

Santos 1 x 0 Mirassol.

No Pacaembu, tudo estava desenhado para um 0 a 0…

Mas, na última volta (e mais um pouquinho) do relógio, com os acréscimos, Jean Mota marcou o gol que deu mais três pontos ao Santos.

Claro, todo o time do Mirassol protestou…

Sampaoli promoveu as estreias de Everson e Cueva.

O goleiro não teve trabalho, nem com as mãos nem com os pés.

Já o atacante, mostrou boa movimentação e sinaliza que foi mesmo um bom reforço para o time da Vila.

Foi uma vitória na “bacia das almas”, mas rendeu mais três pontos e este Peixe certamente vai brigar de igual para igual pelo título paulista com os favoritos. Hoje, só um: o Palmeiras, pois Corinthians e São Paulo estão cambaleando.

Ou será que algum time do interior pode surpreender?

OPINE!