Tempestadezinha? Atlético Mineiro 0 x 1 Nacional do Uruguai

Leia o post original por Mauro Beting

Ricardo Oliveira perdeu mais um gol que ele não perde na derrota no Mineirão para o Nacional que eliminou prematuramente o Galo na Libertadores. Mas o artilheiro é o problema em um elenco que precisa para 2018 de renovação?

Não.

O time mais uma vez pouco fez e deu mole demais em momentos decisivos e letais. Muda tudo?

Não.

Mais uma crise de indisciplina e indisposição afetou o desempenho da equipe. O que fazer?

Como muita gente no Atlético, também não sei.

Não é só uma “tempestadezinha” como minimizou o experiente Leo Silva. Também não vejo o “futuro brilhante” que a bandeira da zaga atleticana enxerga.

Vejo e revejo momentos difíceis. Já pra BR-19 e mesmo Copa do Brasil.

Se chegar à Sul-Americana, ainda dá para sonhar com algo. Mas é pouco para o Galo.

O nome pra treinar é o mesmo que parece consenso: Rogério Ceni. Mas para ir além é preciso reformular o elenco.