Opinião: time reserva do Corinthians tem obrigação de jogar mais

Leia o post original por Perrone

Fábio Carille citou a falta de entrosamento de seus reservas como dificuldade no empate do Corinthians em um gol com o Vasco, neste sábado (4), em Manaus. Porém, na opinião deste blogueiro, o alvinegro tinha a obrigação de apresentar mais. As mudanças na equipe não justificam o futebol apresentado.

“Achei que teríamos mais dificuldade porque só tivemos dois jogadores que fizeram a final contra o São Paulo [Cássio e Ralf]. De resto, só mudanças: uns no departamento médico, outros que seguramos para evitar lesão. Estou satisfeito, pois sabíamos que os erros de passe seriam naturais pela falta de ritmo de jogo”, disse Carille.

Discordo do treinador corintiano. Os reservas treinam junto o tempo inteiro. Precisam mostrar o mínimo de entrosamento. Do jeito que ele fala, parece que os caras não se conhecem.

Se falta entrosamento, o técnico deveria ter cuidado disso antes. Ter feito mais jogos-treino para os reservas, ter colocado mais para jogar quando possível.

Afinal, Carille sabia que precisaria usá-los durante a temporada. E o Brasileirão está apenas em sua terceira rodada.

Nada justifica mandar a campo um time tão mal treinado. E isso vale para todos os treinadores do Brasileirão. Falta de entrosamento não pode ser desculpa para queda de rendimento com time reserva. A diferença de qualidade entre reservas e titulares, sim.

Em termos qualitativos, vale lembrar que o Corinthians que entrou em campo em Manaus tinha, além de Cássio e Ralf, Jadson e Vagner Love. Todos jogadores de bom nível.

Carille não deve criticar individualmente e publicamente jogadores. Mas a fraca atuação diante do Vasco passa também pelo baixo rendimento da maioria dos atletas, incluindo dois  dos mais fortes tecnicamente: Jadson, que melhorou no segundo tempo, e Love.

Diante do fraco desempenho da equipe, chegou a ser surpreendente Carille declarar que seu time fez “um bom jogo”. Se ele foi sincero, o torcedor corintiano deve ter problemas ao longo do Brasileirão.