“Título de fase de grupos” não vale nada, viu, Palmeiras?

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Daniel Vorley/AGIF (via UOL)

Palmeiras 1 x 0 San Lorenzo

No ano passado também foi assim.

O Palmeiras foi um verdadeiro “leão” na fase de grupos da Libertadores, terminando a primeira parte da competição com o primeiro lugar geral.

Aí, no fim das contas, o tal Benedetto, do capenga Boca Juniors, que foi se classificando sempre na bacia das almas, acabou com a festa do Alviverde.

Neste ano a história se repetirá com o “campeão da fase de grupos”?

Espero, realmente, que o Palmeiras tenha aprendido a lição e sacado que este “título” não vale e não é garantia de absolutamente nada.

E, apesar da boa campanha na primeira fase do torneio continental, convenhamos que o Verdão ainda não conseguiu jogar o futebol que todos esperavam ver nesta temporada.

E já estamos quase no meio do ano, hein?

Contra o San Lorenzo, time do Papa Francisco, a equipe de Felipão não correu riscos, é verdade.

Mas também agrediu muito pouco o adversário, conseguindo seu golzinho em uma falha inacreditável do arqueiro Monetti.

Vamos lá, Verdão, pé na tábua!

Coragem que este ano o Mundial estará mais fácil sem Barcelona ou Real Madrid na final.

Peñarol 0 x 0 Flamengo

Como gosta de viver perigosamente o time da Gávea, hein?

Bom, pelo menos desta vez os rubro-negros não ficaram só no “cheirinho”.

Apesar de todo o sufoco, o Flamengo jogará as oitavas de final da Libertadores da América desta temporada.

Mas, pelo andar da carruagem, você acredita que o time comandado por Abel chegará longe na competição?

Francamente, eu penso que não…

Grêmio 2 x 0 Universidad Católica

Já o também pressionado Grêmio, de Renato Gaúcho, não sofreu.

Soube se impor na sua casa e venceu com autoridade a Universidad Católica, do Chile, carimbando assim seu passaporte para as oitavas da Libertadores.

E olha que agora será complicado parar o Imortal, hein?

Cruzeiro 1 x 2 Emelec

E que “pipocada” do segundo melhor time de Minas Gerais, hein?

O Cruzeiro tinha a faca e o queijo na mão para conquistar o “título da fase de grupos”, mas caiu, em casa, para o fraquíssimo Emelec.

E pode parecer exagero, mas já tem muito cruzeirense bravo com Mano Menezes.

Xiiiiii….

Opine!