O tamanho é bem maior

Leia o post original por Flavio Prado

COPA DO BRASIL 2019 FLAMENGO X CORINTHIANS FOTOS: RODRIGO GAZZANEL

Domingo tem Corinthians e Flamengo. São mais de 40 milhões de torcedores envolvidos diretamente no jogo. A Catalunha do Barcelona têm 8 milhões de habitantes. Mas um jogo enorme como esse do Brasil, não consegue gerar o impacto de qualquer partida do Barcelona. O que está errado?

Para começar a ideia de deixar o jogo, por si só, como única atração. Hoje o consumidor de qualquer evento, exige bem mais que isso. Ele que “experiências”, opções de diversões mais amplas, tendo como fundo o jogo. Quando nos limitamos a musiquinhas velhas e chatas e gritaria de torcedores como única espera, diminuímos o tamanho deles.

A NBA apresenta os maiores jogadores do mundo, mas você não precisa gostar basquete, para se interessar em pagar um bom dinheiro por um ingresso nos jogos dos Estados Unidos. O evento é grandioso, há interatividade das famílias, motivação constante dos organizadores e facilidades para compras e deslocamento dos torcedores.

O Brasil não cresceu nada nesse aspecto, mesmo com as grandes arenas pós Copa 2014. Elas viraram atrações simplesmente pela beleza, mas são sub-aproveitadas e rendem bem menos do que poderiam, ressaltando-se aqui a exceção ao Allianz Park, que já foi concebida para multiuso, desde o princípio.

Tomara que Corinthians e Flamengo acertem um grande jogo. Infelizmente o público só sairá feliz nesse caso. Não existem eventos paralelos, não se exploram os potenciais interessados em gastar dinheiro com algo, teoricamente, tão grande. Tudo depende dos 90 minutos em campo. E aí não temos certeza se os jogadores darão conta.