No topo, o bom futebol!

Leia o post original por Celso Cardoso

Clubismo à parte, e devo dizer que não há nada de clubismo nas palavras que se seguem, é bom demais ver o Santos no topo da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Na contramão dos principais treinadores brasileiros contaminados pelo medo da derrota, Sampaoli põe seu time pra jogar pra frente, com coragem, com volúpia, com ofensividade, independentemente do placar. Pode estar perdendo por dois, três, ou ganhando por dois, três. Dá gosto de ver! Nem sempre os resultados aparecem, mas no momento, o santista não tem do que reclamar. Já são seis vitórias seguidas e o que parecia improvável pelo elenco inferior quando comparado com Palmeiras e Flamengo os maiores favoritos para a conquista do título, aconteceu: O Santos está no topo, dois pontos à frente da esquadra comandada por Felipão.

Muitos se perguntam agora, inclusive o colunista que neste momento escreve: “Será que fôlego para terminar na frente?” Sampaoli já disse hoje que o psicológico é o maior adversário santista na briga pelo título, além, claro, do Palmeiras. Se mantiver esse entendimento tático, essa intensidade e precisão na pontaria, não há dúvidas de que vai brigar pela taça. E, caso a conquiste, será uma vitória não só do Santos, mas também do futebol.