Lá do Gogó

Leia o post original por Mauro Beting

ESCREVE ANDRÉ AVLIS

A vida é “loka”, nêgo. Assim disse Racionais.

É louca. Dura. E no fim, extraordinária.

Do pior lugar para alguns. O melhor para outros. Favela.

Lá do Gogó da Ema, Belford Roxo.

Lugar de gente simples. Humilde. Lutadora. Sonhadora.

Terra de Ronald. O melhor jogador da Taça das favelas.

Agora, do Flamengo.

O moleque que quer ser espelho. Referência.

Para aqueles que vivem a deriva. Que nasceram para “dá errado”. Que navegam por mares turbulentos.

Aí Neguin, acredita!

Como você mesmo disse: “Deus realiza sonhos”.

Transforma. Eleva.

Seu lugar não é o de padecer. É de crescer. Vencer.

Lá no Gogó tem gente do bem.

Você é do bem e bom. De bola. De vida.

As coisas ruins, esquece. Olha para frente. Em diante.

Das tabelas e gols. Dias bons e ruins. Perrengues.

Assim em seu mundo. O Mundo dos sonhos.

Voa, moleque. Seja espelho, inspiração.

Baixar a cabeça, não.

Porque você é Ronald lá do Gogó. Hoje, do Mengão.

ESCREVEU ANDRÉ AVLIS

@textosecronicas