VAR sem VARzea

Leia o post original por Flavio Prado

 

Outro show da Premier League com o VAR. No jogo Bournemouth  e Manchester City. Davi Silva caiu na área e tudo indicava que levara um pisão. O VAR entrou em ação através do telão. O lance foi mostrado e em menos 30 segundos veio o resultado: NO PENALTY. O árbitro não teve qualquer participação e sequer foi assistir a “caixinha” que a Fifa mostrou na Copa, mas lá não existe. A decisão foi do pessoal da tecnologia.

Trabalho em equipe, um confiando no outro, sem interferência nos trabalhos alheios. Bandeirinhas continuam agindo normalmente, sem a muleta da sala de vídeo e o árbitro também, totalmente independente. Não há palhaçada, sem várzea. Tudo bem pragmático. Achei que tinham errado na decisão, depois vi que eu vira errado, mas isso não importa. O que vale é que a tecnologia não inferiu no tempo do jogo e nem serviu da apoio a inseguros e incompetentes.

A Premier League é um show também por essa razão. Introduziu o novo elemento como benefício para o espetáculo e não transferência de responsabilidade. Na América do Sul o VAR já fracassou. Não acredito, que a porcaria que está aí, mude. Normalmente as coisas que começam mal desse lado do mundo, só tendem a piorar.