Cruzeiro estrelado

Leia o post original por Mauro Beting

Rogério Ceni sabia com quem estaria lidando ao assumir o Cruzeiro. Sabia o que teria de fazer a curto prazo e a partir de 2020.

Mas não imaginava que seria tanto trabalho pra já. Dentro e fora de campo. Com salários atrasados, diretor de futebol reconduzido ao cargo por liminar, atletas importantes mais falando do que jogando, o time todo desaminado, desalmado e desarmado também pela mudança profunda de ideias de jogo.

Rogério tem responsabilidades nas escolhas feitas e nas pauladas recentes. Mas para o futuro imediato e mesmo mais distante, melhor seguir com ele. Dar respaldo para que ele faça as mudanças necessárias não para ele. Mas para todo o Cruzeiro.