O Vasco não aceita patrimônio como sócio

Leia o post original por Mauro Beting

Mauro Galvão ergueu a Copa Libertadores de 1998 como capitão do Vasco em seu centenário. Mas não consegue ainda ser sócio do clube porque vota na oposição ao presidente de plantão.

Sorato fez o gol do título brasileiro de 1989. Mas também não consegue ser sócio do Vasco.

Os defensores da indefensável atitude do presidente listam artigos do estatuto. Todos eles contornáveis pela leitura dos mesmos.

Enquanto isso, a nau segue sangrando, não singrando.

Patrimônio do clube não deveria nem entrar com a papelada para ser sócio. Papelão é o presidente não fazer o que precisa ser desfeito.