Opinião: Deyverson mostra não compreender VAR ao dizer que seu papel é cair

Leia o post original por Perrone

Foi desastrosa a declaração de Deyverson sobre seu papel ser cair e esperar o árbitro recorrer ao VAR. Na opinião deste blogueiro, no mínimo, o jogador palmeirense mostra não saber direito quais devem ser suas prioridades em campo.

O papel principal de um atacante é fazer gols. É irritante para o torcedor quando o jogador de seu time pode se equilibrar, e continuar a jogada, mas prefere desabar e tentar cavar pênalti ou falta. Não é função do atleta enganar a arbitragem, embora seja a especialidade de parte considerável dos jogadores brasileiros.

Aqui não entro no mérito sobre se foi pênalti em Deyverson na vitória alviverde sobre o Avaí, por 2 a 1, no último domingo (27). Sendo ou não, é claro que o palmeirense exagerou na maneira em que desabou. Nesses casos, a simulação sempre pode confundir o árbitro de campo.

Mas Deyverson, como muitos de seus colegas de diversas equipes, parece não compreender que o VAR mudou algumas situações tradicionais no futebol. O cara que simula, agora, tem mais chances de passar vexame do que de ludibriar o juiz. As câmeras utilizadas pelo árbitro de vídeo estão aí para desmascarar jogadores que se arriscam como atores. Fica ridículo. E ainda tem o risco de levar um cartão por simulação.

Será que se Deyverson entendesse não ser o seu papel cair ele não teria feito mais gols pelo Palmeiras? Alguém da comissão técnica de Mano Menezes precisa conversar o atacante para tentar fazê-lo a rever seus conceitos para o bem dele e do time.