Conselho de Orientação do Corinthians vai tirar Dualib de lista de membros

Leia o post original por Perrone

Pressionado, o Cori (Conselho de Orientação) do Corinthians decidiu em reunião na noite da última quarta (18) retirar o nome de Alberto Dualib da lista de integrantes do órgão. Porém, até a conclusão deste post a mudança não havia sido feita no site oficial do clube.

O Conselho de Orientação abraçou a tese defendida por críticos do ex-presidente de que ele não pode integrar o colegiado porque não é mais sócio do clube. Em meio a denúncias de irregularidades negadas pro ele, Dualib renunciou à presidência em 2007. Assim, evitou sofrer impeachment. Em 2008, o ex-presidente pediu seu desligamento do quadro associativo, afastando o risco de ser expulso do clube.

Quem defendia a inclusão de Dualib no Cori, afirmava que o estatuto corintiano determina que todo ex-presidente seja membro do Conselho de Orientação, sem mencionar a obrigatoriedade de ser sócio. Porém, várias correntes políticas entendiam que, como para presidir o alvinegro é necessário ser associado, está implícito que quem não faz parte do quadro associativo não pode participar do Cori. Os descontentes ameaçavam tentar anular a inclusão do ex-dirigente no Conselho Deliberativo.

Oficialmente, o Conselho de Orientação ainda não esclareceu porque incluiu e agora decidiu retirar Dualib de sua composição. Apesar da nova postura, o Cori manteve a posição de aprovar pedido feito por um grupo de conselheiros e encaminhado pelo presidente Andrés Sanchez para reintegrar Alberto Dualib ao quadro de sócios, algo que ainda não foi feito. O entendimento agora é de quando isso acontecer, o Conselho Deliberativo deve decidir se ele pode voltar ao colegiado de Orientação.

Sanchez tem sido pressionado por alguns de seus conselheiros e diretores mais próximos a não readmitir o ex-presidente no quadro associativo por conta das denúncias de supostas irregularidades que provocaram a queda dele. O próprio Andrés foi um dos mais ativos no processo que culminou com a renúncia de Dualib, atualmente com 100 anos. Hoje, porém, o presidente se manifesta a favor do retorno. Também na reunião de quarta, Robertson de Medeiros foi eleito presidente do Cori. Ele vinha ocupando o cargo interinamente.