Para estafe de Pedro, escolha pelo Flamengo foi a mais segura

Leia o post original por Perrone

Para ficar perto de anunciar oficialmente o atacante Pedro como reforço, o Flamengo superou a concorrência de Grêmio e de outros quatro clubes europeus que tinham interesse no atacante. Passadas as tratativas, o discurso do estafe do jogador é de que o rubro-negro sempre foi a melhor opção para o atleta desde que os interessados começaram a procurar a Fiorentina.

O argumento é de que a transferência para a Gávea, por empréstimo, era a alternativa mais segura à disposição de Pedro. Isso tanto financeiramente como esportivamente.

Certamente, pesa para essa sensação de segurança o fato de o rubro-negro ter um time vencedor, acertado taticamente. Em tese, uma equipe afinada facilita adaptação de novos jogadores. Por outro lado, a briga para ser titular, teoricamente, deve ser mais difícil do que seria no Grêmio, por exemplo.

Jogar em outra equipe europeia, também em tese, poderia trazer mais problemas de adaptação ao brasileiro. E um novo insucesso na Europa seria desastroso para sua carreira.

O atual campeão carioca, brasileiro e da Libertadores também passa sensação de tranquilidade ao mercado por estar equilibrado financeiramente.

Apesar dessa narrativa, durante as tratativas, parte do stafe do jogador entendia que o melhor para a carreira dele era a permanência na Europa. Por essa linha de raciocínio, o retorno ao Brasil após um curto período na Itália poderia desgastar a imagem de Pedro.

Por sua vez, o atacante sempre deixou clara para seus interlocutores a preferência pela proposta flamenguista.