Com Gabigol, Fla gasta mais do que Corinthians e SPFC esperam gastar juntos

Leia o post original por Perrone

Para se ter uma ideia do tamanho do investimento que o Flamengo topou fazer para manter Gabigol basta olhar para alguns rivais. Só em sua compra, o rubro-negro vai gastar mais do que São Paulo e Corinthians, juntos, planejaram investir o ano inteiro em reforços

Como mostrou o UOL Esporte, a agremiação da Gávea fechou a operação com a Inter de Milão ao se aproximar dos 18 milhōes de euros (cerca de R$ 83,6 milhōes). A expectativa é anunciar oficialmente o acordo nesta terça (28).

Por sua vez, o São Paulo prevê gastar neste ano R$ 21,5 milhōes com direitos econômicos e federativos de jogadores.

Já o orçamento do Corinthians projeta em 2020 gasto de R$ 53.620.000 com aquisição e amortização (pagamentos de contratações feitas anteriormente) de direitos federativos.

Assim, os gastos previstos por corintianos e são-paulinos para este ano com direitos relativos a jogadores (contando as amortizações alvinegras) totalizam R$ 75.1200.000. São cerca de R$ 8.480.000 a menos do que o Flamengo deve gastar na compra de Gabigol.

O orçamento flamenguista prevê despesa total de R$ 138,1 milhōes em contratações em 2020.

Os gastos maiores do Flamengo em relação aos rivais são embalados por uma expectativa de arrecadação superior.  A previsão orçamentária do rubro-negro para este ano projeta receita bruta de R$ 726.295.000.

No Corinthians, a receita bruta prevista é de R$ 426,3 milhões. Ancorado no plano de vendas de atletas, o orçamento tricolor espera a arrecadação de aproximadamente R$ 516,7 milhōes.