Deco, Ricardo Rocha e Dorival são nomeados para órgão que fiscaliza Profut

Leia o post original por UOL Esporte

Os ex-jogadores Deco, fundador da empresa de agenciamento de atletas D20, e Ricardo Rocha (suplente), e os técnicos Dorival Júnior e Vagner Mancini (suplente) foram nomeados para compor o plenário da Apfut (Autoridade Pública de Governança do Futebol). O colegiado para qual eles foram escolhidos assessora o órgão e tem entre suas missões fiscalizar e analisar eventuais casos de descumprimento do Profut, programa que refinanciou dívidas tributárias dos clubes exigindo contrapartidas. As exigências estão focadas em modernização e transparência da gestão.

Os presidentes do Bahia, Guilherme Bellintani, e do Fortaleza, Marcelo Paz (suplente), além do CEO do Red Bull Bragantino, Thiago Scuro, também aparecem na nova composição do colegiado, divulgada nesta segunda (27) no Diário Oficial da União. Pedro Daniel (suplente), diretor executivo, da Ernest & Young, e os ex-árbitro Rentato Marsiglia e Gutemberg de Paula Fonseca (suplente) também foram nomeados.

Entre esportistas de outras modalidades com presença no grupo estão a ex-nadadora Fabiola Molina (secretaria nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social) e, como suplente, a ex-ginasta Luisa Parente (secretaria da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem) .

“Trata-se de um grupo com capacidade técnica, imparcialidade, credibilidade e pensamento macro e no coletivo tendo um pensamento único: o cumprimento da lei e o debate para a criação de novos parâmetros para a cadeia desse mercado ser reestabelecida”, disse em nota divulgada pela Apfut Thiago Froes, que assumiu a presidência da entidade em junho.