Contra Atalanta, Neymar esteve confortável como nunca para liderar PSG

Leia o post original por Perrone

Neymar liderou o PSG na conquista da vaga nas semifinais da Liga dos Campeões de uma forma que poucas vezes fez com a camisa do time parisiense.

O brasileiro já teve atuações até melhores por sua atual equipe do que na vitória desta quarta (12) por 2 a 1 em cima da Atalanta. Mas, raramente exibiu pelo PSG um papel de líder tāo completo.

Além de representar a liderança técnica, teve cabeça fria para comandar os companheiros rumo à virada nos últimos minutos. Não sentiu a pressão.

Até sua comemoração teve vibração e interação com os companheiros dignas de dono do time. Mas um dono genoroso.

O abraço carinhoso em Tuchel ao final ajudou a consolidar a liderança exibida pelo brasileiro durante a partida.

Nem parecia que o astro da seleção brasileira já teve uma relação conflituosa com treinador, clube e torcida. Quem nāo conhece a história difícilmente acreditaria que o brasileiro já quis tirar dinheiro do bolso para deixar o PSG e voltar ao Barcelona.

Nāo me lembro de ter visto Neymar tāo confortável para liderar o time de Paris como nesta quarta.