A ‘Glória Eterna’ durou uma semana: Palmeiras volta para o Brasil em crise

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Parece até loucura falar sobre crise em um time que ganhou a Libertadores há duas semanas, não é mesmo?

Mas não adianta tapar o sol com a peneira.

O Palmeiras viajou ao Catar poucos dias atrás em estado de graça.

Com grande festa da torcida para o elenco campeão da América.

Mas a delegação alviverde volta agora para o Brasil pressionado e em crise, sim!

Sim, nada apaga a segunda Libertadores conquistada pelo Palestra diante do bom time do Santos.

Mas pagar o maior mico da história do clube logo na sequência foi um balde de água congelada na cabeça do palmeirense.

Afinal de contas, o pífio desempenho palestrino contra os medianos Tigres e Al-Ahly provou que o Verdão foi o mais lotérico campeão da história da América do Sul.

Mais até do que o colombiano Once Caldas, que venceu o torneio em 2004.

A “Glória Eterna”, espécie de slogan da Liberta, para o Alviverde durou apenas uma semana.

E a situação pode ficar ainda pior.

Podem ter certeza que, se o Verdão fracassar na final da Copa do Brasil, diante do Grêmio, já veremos muitos ingratos palmeirenses pedindo a cabeça do bom técnico Abel Ferreira.

É, gente, o futebol é dinâmico e o mundo da bola gira quase que na velocidade da luz.

Opine!