A sorte e o apito não abandonam o Palmeiras!

Leia o post original por Milton Neves

Defensa y Justicia 1 x 2 Palmeiras

Foi na sorte contra o River Plate, nas semifinais da Copa Libertadores da América. 

Foi “largo” também contra o Santos na final do mesmo torneio, contando com o lotérico gol de Breno Lopes nos acréscimos. 

Teve igualmente boa ventura no primeiro duelo válido pela final da Copa do Brasil, em Porto Alegre, contra o Grêmio.

E deu muita sorte também nesta noite diante do Defensa y Justicia, na primeira final da Recopa Sul-Americana. 

Afinal de contas, o Palmeiras, que volta da Argentina com a vitória, merecia ter sido derrotado pelo bom time comandado por Sebastián Beccacece.

Os hermanos mandaram no jogo e tiveram grandes oportunidades, mas esbarraram na grande fase vivida pelo goleiro Weverton. 

O Verdão, por sua vez, aproveitou as pouquíssimas chances criadas para garantir a vitória com dois golzinhos “achados”.

Tem estrela o tal Abel Ferreira, hein?

E o apito também marcou presença nesta vitória alviverde, como de costume. 

Isso porque já no finzinho do jogo o Defensa y Justicia marcou um gol legalíssimo, anotado por Walter Bou, que acabou sendo injustamente anulado pela equipe de arbitragem. 

Vergonhoso! 

E muita atenção, palmeirenses!

Se o Verdão for para a decisão da Recopa do Brasil, contra o embalado Flamengo de Ceni, contando apenas com a sorte, corre sério risco de levar vareio histórico em Brasília.

Podem anotar e me cobrar! 

Opine!