#PaulistinhaDay: Aquela dura derrota ainda machuca o torcedor palmeirense

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O tempo passa, torcida brasileira, diria o meu ídolo Fiori Gigliotti.

É que, vejam só, já se passaram três anos daquela controversa final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians, no Allianz Parque.

Controversa, sim!

Afinal de contas, o pênalti dado e depois “desdado” de Ralf em Dudu, já no segundo tempo da partida, até hoje rende muita polêmica.

Sim, pois ainda não sabemos responder quem foi que “dedou” para o Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza que a infração não aconteceu (e tem gente que garante até que aconteceu!).

E, como ainda não tínhamos o VAR brilhando nos gramados do Brasil, a interferência externa seria uma irregularidade que poderia acarretar até mesmo na anulação da partida.

Mas ninguém ainda conseguiu comprová-la…

Bem, e três anos se passaram desde aquele fatídico 8 de abril de 2018.

De lá para cá, o Verdão ganhou um Brasileirão (2018), uma Copa do Brasil (2020), uma Libertadores (2020) e até mesmo um Paulista (2020) em cima do próprio Corinthians.

Mas a verdade é que, até hoje, o #PaulistinhaDay dói fundo na alma do torcedor palmeirense.

É que foi muito, mas muito duro ver o maior rival, com um time infinitamente inferior, dando a volta olímpica em seu estádio.

“Parabéns, Corinthians” em pleno Allianz Parque: aconteceu em 8 de abril de 2018

E o Verdão só conseguirá dar o troco de verdade quando vencer um título lá em Itaquera, em situação semelhante.

Com apito-amigo e tudo!

Concorda?

Opine!