Apesar dos bons resultados, está um porre assistir à seleção!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Paraguai 0 x 2 Brasil 

Ninguém pode falar absolutamente nada dos resultados da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. 

Claro, a campanha é perfeita, com seis vitórias em seis jogos e liderança tranquila na disputa sul-americana.

O último triunfo foi confirmado na noite desta terça-feira, no Defensores del Chaco, onde sempre foi dificílimo bater a seleção paraguaia. 

Mas, convenhamos, está cada dia mais chato acompanhar os jogos da equipe de Tite. 

Acontece que a gente assiste à seleção para ver os melhores e, consequentemente, ver um futebol envolvente, interessante, para frente… 

Mas o que temos percebido nos últimos tempos é apenas uma equipe para lá de burocrática e com pouquíssimo brilho. 

Claro que essa é uma opção de Tite, que vem dando certo, por sinal, e que precisa ser respeitada. 

Mas eu, francamente, não gosto. 

Sinto saudades de ver o Brasil jogando bonito. 

Neymar, a “estrela solitária”

Bem, e sejamos justos: Neymar ainda é o grande – e talvez único – motivo para que sigamos assistindo à seleção. 

O craque do PSG com a amarelinha se solta e joga sempre muita bola! 

Não à toa chegou hoje ao seu gol de número 66 pelo escrete canarinho. 

Faltam agora apenas 12 gols para ultrapassar Pelé.

Será que ele vai conseguir?

Eu acho que sim! 

Opine!