Arquivo da categoria: 3×1

A mesma praça, o mesmo banco…

Leia o post original por Rica Perrone

É quase sempre assim. Quando a seleção vai mal logo a gente olha pro banco e vê mais futebol brasileiro do que em campo. Quando troca, funciona. Talvez por confiança, mas provavelmente porque nós não sabemos jogar de outro jeito. A seleção foi mal sábado, foi mal hoje. Perdia o jogo e empatou num lance…

Egito 1×3 Rússia

Leia o post original por Rica Perrone

Embora empolgante, a campanha da Rússia não deve criar expectativas absurdas. Foram duas grandes vitórias, belos gols, mas é sempre muito importante ponderar os adversários. Egito e Arábia Saudita são muito fracos. Classificada. Pode dizer sem medo. O Uruguai não tem capacidade de perder pra Arábia amanhã. Nem se jogar com 10 dá pra perder…

Quando tá valendo…

Leia o post original por Rica Perrone

A piada é velha, mas o contexto é novo. O Cruzeiro que é candidato a melhor time do país em 2018 enfrentou o rival, que vive um ano de poucas expectativas até por não estar na Libertadores, e tomou 3×0 no primeiro tempo, aliviando pra 3×1 no segundo, mas evitando tomar mais uns 2 ou 3 no segundo tempo.

Se quiserem falar em bola parada, que digam. Mas o Atlético jogou mais do que o suficiente pro placar que fez. A forma que sairam os gols não muda o fato do Galo ter conquistado a vitória e não achado numa bola qualquer.

Resolvido? Não, claro que não.  O Cruzeiro pode fazer 2×0 em qualquer time do mundo e não será nada anormal. Imagine num clássico.

Mas do primeiro turno pra final, a brincadeira foi séria. “Quando tava valendo….”.

A diferença de foco na temporada existe. Mas naqueles 90 minutos eu duvido que justificou. O Galo é mais um time de um treinador novato jogando um futebol de fato novo e crescente.

O Cruzeiro tem um grande time, joga bem muitas vezes, mas a realidade é que jogou 2 partidas que importavam em 2018. Perdeu as duas.

Tem sim diferença. O Cruzeiro precisa vencer um jogo importante, não só os protocolares. O Galo venceu o único que precisava (até aqui) no semestre. Tem jogo que vale, tem jogo que não vale.

E quando tá valendo…. tá valendo.

abs,
RicaPerrone