Arquivo da categoria: 3×2

O eterno “vexame”

Leia o post original por Rica Perrone

Todo ano acontece a mesma coisa. Nós olhamos a tabela, os elencos, achamos que estamos na Espanha e decretamos que tal time não vencer é vexame. Ignoramos o fator “formador”, que nivela muitas vezes pelos jovens talentos, o fator campo, a pressão, o estilo de jogo em cada país das Américas e no final tentamos…

Roteiro de campeão

Leia o post original por Rica Perrone

Eu tenho uma mania de procurar uma história foda pra contar em um jogo, imagine num título. Pra mim time campeão tem sempre algo a mais. Nem que seja uma história bizarra, mas ele tem algo que os outros não tinham.

Significa dizer que o vice não tenha nada pra contar? Não. Apenas me refiro a quem vencer. E ainda faltando um jogo, ou seja, podendo haver em 90 minutos o roteiro mais incrível de todos, temos até aqui duas histórias para contar e uma delas é disparado a mais cinematográfica.

O Botafogo fez um bom campeonato, passou por uma troca de treinador, uma eliminação absurda na Copa do Brasil e altera bons jogos com jogos ruins. Não tem acontecido nada de muito anormal, embora ser campeão sendo considero o time mais fraco dos 4 no papel é algo bem bacana de registrar.

O Vasco começou o ano com eleições e tirou o Eurico, embora ele tenha saído vencedor da eleição.  Sem planejamento, sem presidente, o time entrou na Libertadores com um misto de goleada e humilhação. Mas entrou.  No estadual não venceu turnos, mas é o time que ganha jogos pra lá do Deus me livre. No mínimo o mais emocionante de assistir.

Elimina o Flu aos 49, ganha a primeira final ais 48.  O primeiro título sem Eurico. Não há dúvida que essa história está pronta para ser  contada, especialmente do tal ” time da virada”.

Domingo que vem talvez o Botafogo faça 90 minutos que mereçam mais do que os diversos momentos improváveis do Vasco no campeonato. Mas se não o fizer, a história estará em boas mãos.

abs,
RicaPerrone

Indiscutivelmente discutível

Leia o post original por Rica Perrone

Quando um juiz comete um erro o torcedor fala em “assalto”, a imprensa tenta repetir frases como “o arbitro não tem 20 cameras”, “está na hora da tecnologia…”, blá, blá, blá. Não há qualquer discussão. O lance acima está impedido. É indiscutível. É uma imagem. O que se discute, e deve-se discutir é o direito …

Saber amar

Leia o post original por Rica Perrone

Todos os clubes passam por momentos ruins dentro de uma temporada.  Alguns passam a maior parte do tempo, outros um curto período. Seja qual for, é suficiente para inflamar a torcida contra ele. Em 99% dos casos se “cobra” mesmo diante de um time que não merece. Em 1% dos casos se faz diferente, e …

Tudo pode quando é “só futebol”

Leia o post original por Rica Perrone

Veja você, torcedor do futebol não caramelizado e sem flocos crocantes, como ainda é fácil reviver uma legítima tarde de futebol. Mesmo que longe do meio a meio do Maraca, que é meu cenário ideal para clássicos, os dois times se enfrentaram sob a dignidade mínima exigida do bom futebol que é permitir a entrada …

Jogai por nós

Leia o post original por Rica Perrone

Pela nossa honra, dignidade e tradição. Pelo verde que ostenta e pelo amarelo hoje representado sem uniforme. O Palmeiras moralizou o futebol brasileiro em diversas categorias numa só partida. E daqui, deste blog, saem apenas os aplausos. Se quiser uma dose de ar condicionado, hipocrisia e o conceito de que a vida é uma rede social, …

Salve-nos, Felipe!

Leia o post original por Rica Perrone

Eu já não via esperanças quando ele voltou.  Achei que estavamos fadados ao futebol de Sandys de chuteiras, os gols todos marcados pelo nosso senhor Jesus e mais nenhuma irreverência, ousadia e alegria. Ou melhor, “ousadura”. Felipe é a melhor coisa que tem acontecido por aqui. Não exatamente pelo que joga, embora seja muito bom …