Arquivo da categoria: ABC

Ceni já começa a ser questionado pelos tricolores!

Leia o post original por Milton Neves

ABC 1 X 1 São Paulo

Pelo visto, meus amigos, a lua de mel entre Rogério Ceni e os são-paulinos está chegando ao fim.

Claro que uma parte dos tricolores não criticaria Ceni nem se o treinador levasse o time do Morumbi para a Série B do Brasileirão.

Mas, a “ala corneteira” da torcida, que não é pequena, já começou a pegar no pé do M1to.

E isso porque, depois da humilhante derrota para o Palmeiras, todo mundo esperava uma ótima partida do São Paulo diante do valente ABC, para recuperar o moral.

Certo?

Mas o que aconteceu foi muito diferente do previsto.

O Tricolor sofreu demais para conseguir arrancar um empatezinho diante do maior clube de Natal.

Inclusive, a equipe da casa merecia melhor sorte no duelo.

Mas e agora, torcedor, o que devemos esperar do São Paulo nos próximos jogos?

Será o Tricolor goleador das primeiras partidas do ano?

Ou será o time apático que foi destroçado pelo Palmeiras e que sofreu diante do ABC de Natal?

Opine!

Pitacos – Libertadores mostra Flamengo melhor que Palmeiras

Leia o post original por Craque Neto

Acabei de acompanhar a rodada dos clubes brasileiros na Libertadores e pra mim o Flamengo está um pouco na frente do Palmeiras de uma maneira geral. No Maracanã o Rubro-Negro carioca detonou com o tradicional time argentino do San Lorenzo, que até outro dia era campeão continental. A verdade é que o Mengão encaixou uma gringaiada boa de bola e está se entrosando aos poucos. Ter no elenco um meia como o Diego e um atacante como Guerrero é pra poucos. Sinceramente acho o Flamengo, desde que dedicado, um sério candidato ao título dessa edição da Libertadores.  Nesse grupo 4 […]

O post Pitacos – Libertadores mostra Flamengo melhor que Palmeiras apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Nem diretores sabem o que Corinthians ganhou com amistoso em Natal

Leia o post original por Perrone

O Corinthians tinha a semana inteira para treinar antes do jogo deste domingo contra o Coritiba. Porém, mesmo com o apertado calendário do futebol brasileiro, o clube se deu ao luxo de fazer um amistoso em Natal. E quanto o Corinthians lucrou com isso? Poucos sabem. Mas certamente não foi algo que alivie significativamente a situação financeira corintiana.

Dois diretores corintianos ouvidos pelo blog e que pediram para não serem identificados, disseram não saber exatamente quanto o clube recebeu. Mas deixaram claro que não foi muito.

“Teve algo, sim. Acho que um valor fixo, mas não sei quanto”, afirmou um deles. “Acho que ficamos com uma parte da renda, mas não sei quanto”, declarou o outro.

O UOL Esporte mostrou que o jogo com o ABC, na última quarta, foi acertado entre os deputados Andrés Sanchez (PT-SP), superintendente de futebol corintiano, e Rogério Marinho (PSDB-RN), vice-presidente do time do Rio Grande do Norte. Na mesma reportagem, a diretoria do time de Natal, que comemorou 100 anos, assegurou que a equipe paulista ficou com parte da renda e do dinheiro recebido do Sportv pela transmissão do jogo.

Para não cansar e colocar em risco seus titulares, Tite escalou os reservas. Mas, entre eles estava Danilo, usado frequentemente no segundo tempo das partidas. Se poupou seus titulares, o treinador não teve como se poupar. Comandou o time num dia em que poderia ter sido dedicado à preparação para enfrentar o Coxa na perseguição pelo primeiro lugar do Brasileirão.

Certamente teria sido melhor para ele ficar treinando os titulares. O sacrifício seria compreensível se o dinheiro recebido em Natal fosse vital para as finanças do clube. Agora, se até diretores tratam o pagamento como nada relevante, não dá para entender o motivo de obrigar Tite a desperdiçar uma semana inteira de treinamentos. Cabe ao presidente Roberto de Andrade, eleito pela chapa renovação e transparência, esclarecer o assunto. E apontar quais foram os benefícios do Corinthians com o amistoso fora de hora. Os conselheiros alvinegros não deveriam deixar passar em branco.

Árbitro erra feio. Terá gancho de meio ano?

Leia o post original por Antero Greco

O episódio ocorreu na noite de terça-feira, em Natal, mas é bem atual. O jogo era ABC local contra o Paysandu, pela Copa do Brasil. O time da casa saiu na frente, mas levou a virada. Com os 2 a 1 finais, saiu da competição, enquanto os paraenses seguiram adiante.

Até aí tudo normal, pois viradas ocorrem. Se não fosse um detalhe: o gol de empate do Paysandu surgiu de pênalti pessimamente confirmado pelo juiz. Leandro Cearense desabou na área, em performance de ator de quinta categoria, mas obteve a falta, convertido por Picachu.

O pessoal do ABC ficou inconformado com a pisada de bola da arbitragem. E mais, ainda, se aborreceu com a expulsão de Suelinto, em consequência do lance. Nada feito: Sua Senhoria, seguro de si, não quis conversa, manteve a decisão e os prejudicados que se virem.

O nome do árbitro: Guilherme Ceretta de Lima, o mesmo que apitou Santos x Palmeiras, na final do Paulista. Ele expulsou Dudu e Geuvânio, pouco antes do intervalo, e levou ligeiro empurrão do palmeirense. Pelo descontrole, Dudu recebeu seis meses de suspensão. Pagou por gesto considerado violento – e todos somos contra a violência.

E Ceretta, que errou e provocou a eliminação de um time da Copa do Brasil? Há punição semelhante à do atleta? Ou apenas levará uma advertência e um tempinho na “geladeira”?

Até quando árbitros serão considerados intocáveis no futebol?

Desculpa, São Januário

Leia o post original por RicaPerrone

Tenho comigo que o grande problema do futebol no Brasil é que não aceitamos o capitalismo no esporte.  Se um dia uma empresa vier aqui e “comprar” o Brasileirão, ou criar uma liga onde os clubes sigam suas leis e recebam por isso, teremos a NBA do futebol.

Nesse dia, uma das mais básicas decisões será de que ele determina os locais dos jogos, não os clubes.  Para torcedores e dirigentes, que nada mais são que torcedores de gravata, importa vencer, tirar vantagem e ponto final.

Alguém precisa estar acima disso e pensar no espetáculo.  O Vasco da Gama é um time do tamanho do Maracanã. E hoje, com os estádios todos “padrão copa”, São Januário infelizmente não condiz mais com um grande clube.

Adoro o estádio, me sinto meio que em 1980 lá. Mas o futebol precisa estar em 2014 para que todos sobrevivam. O Vasco hoje, jogando em São Januário, é aquele que oferece a pior condição a seu torcedor. Disparado, sem nem conseguir enxergar o segundo colocado.

O Maracanã assusta, cabe mais gente, oferece mais condições e devolve ao time mandante uma condição que as vezes a técnica não consegue.

O Vasco de hoje jogou mal, venceu mal, mas num ambiente grandioso e condizente com o que sonham os torcedores para as eleições do dia 11.

Mais Maracanã ao Vasco. Menos “passado glorioso” e mais futuro vencedor.

Por mais que o passado seja brilhante, é pra frente que se olha.  E devidamente encaminhado de volta a série A, preocupação agora é totalmente interna, onde no próximo dia 11 escolhem se preferem olhar pra trás ou pra frente nos próximos anos.

Boa sorte, Vasco!

abs,
RicaPerrone

Pós-jogo: América 0 x 0 ABC

Leia o post original por Flávio Drummond

Design Arthur Henriques (Twitter: @arthurhenriques)

Final de temporada para o Coelhão!

 

 
Foto: GloboEsporte.com

Como era previsível: 0×0.

“América-MG e ABC fazem jogo morno e não saem do zero na despedida da Série B”

Uma bela de uma pelada!

Definitivamente, a partida de ontem está entre as cinco piores do campeonato.

Alguém entendeu a escalação do Silas?

Uma vez que a vaca já tinha ido para o brejo, por que não colocar todos os garotos da base que foram relacionados em campo?

“Técnico Silas espera manter a base da equipe para a temporada de 2014″

Sério: Anderson Santos, Carlos Renato e Júnior Lemos teriam, ao menos, corrido durante os noventa minutos.

Não foi à toa, inclusive, que o Assis ganhou o prêmio de melhor em campo. E olha que o garoto atuou apenas um tempo.

A notícia boa é que não deveremos ver Jaílton, Danilo e Marcão atuando mais com a camisa do América no próximo ano.

E essa lista não para por aí…

“Para Fábio Júnior, América-MG tem que aprender com os erros”

Por fim, conquistamos um simbólico título: “Rei dos Empates” desta Série B!

Piada de mau gosto…

Foram 15 neste campeonato.

Ainda, parabéns aos 724 corajosos que pagaram ingresso.

O público foi até muito em função da “bela”  campanha!

Em tempo: o que parecia impossível aconteceu!

Todos os resultados que precisávamos se concretizaram nestas duas últimas rodadas.

Esse foi o triste roteiro da Série B: concorrentes diretos pelo acesso perdendo pontos importantes e o América não fazendo a sua parte!

Que lições sejam tiradas deste vergonhoso 2013 e que em 2014 os antigos erros não se repitam.

Não é pedir muito, diretoria!

E segue a triste saga do torcedor do Coelhão…

Até quando?

PIORES MOMENTOS

 

#AcreditaAmérica

“Coelho na raça, deca no peito!”

Quem foi mais ajudado pelo apito neste final de semana: o ABC em Natal, contra o Palmeiras, ou o São Paulo diante do Vitória no Morumbi??? Ou o Vasco em São Januário, em 2000? Já o Timão, enciumado, mudou a fachada do Itaquerão???

Leia o post original por Milton Neves

O terceiro gol do São Paulo, sábado, contra o E.C. Vitória foi uma vergonha.

Gol típico de futebol americano, mas talvez lá fosse anulado por excesso de violência.

Paulo Miranda atropelou o indefeso goleiro Wilson e um são-paulino ainda puxou a camisa do beque baiano.

E Rogério Ceni, que quase estourou os ouvidos do árbitro depois de cometer um pênalti claríssimo, tivesse sido ele o goleiro abalroado na pequena área, teria engolido o apitador como uma jiboia.

E em Natal?

“Sua Senhoria” conseguiu não dar dois pênaltis para o Palmeiras, inventou um para o ABC e anulou mal um gol do visitante.

Agora, que o São Paulo não ache que essa vitória feia jogando com 12 o tenha salvo da Segundona porque na quarta-feira a derrota é certa em BH.

E que o ABC agora dê um fim naquele labirinto metálico que entala pessoas em jogos de grande público.

Mas, “externamente”, ninguém saiu ferido no Rio Grande do Norte, ao contrário daquele lamentável Vasco x São Caetano, em 2000, quando São Januário caiu por superlotação, dezenas de torcedores saíram ensanguentados e vergonhosamente o São Caetano não foi proclamado campeão brasileiro da temporada.

OPINE!!!

Repleto de desfalques, Palmeiras perde para o ABC em Natal e vê a Chapecoense diminuir a distância na tabela!

Leia o post original por Milton Neves

O Palmeiras foi a Natal enfrentar o meu querido ABC, que lutava para sair da zona da degola.

E o Frasqueirão ficou “pequeno” para ver o embate entre as equipes.

Havia tanto torcedor dentro do estádio, que a superlotação quase impediu o início da partida.

Porém, em momentos distintos, foi o time potiguar quem abriu o placar, com o oportunismo de Gilmar.

Mas os palmeirenses não se abateram!

Alan Kardec e Vilson trataram de virar o jogo, mostrando o porquê da bela campanha na Série B.

Até que, o bom árbitro Marcos André Gomes da Penha, assinalou penalidade corretíssima para o ABC, que Rodrigo Silva converteu, deixando o marcador igual.

Repleto de desfalques, Mendieta e Wesley fizeram a diferença para os paulistas, mas sofreram com a falta de Valdivia e companhia.

Tanto fizeram falta, que o ABC virou o jogo!

Com um segundo tempo apagado, de pouca criação dos times, após cobrança de falta, Lino cabeceou para o fundo da rede de Fernando Prass.

Agora alviverdes, se preparem! Pois, a Chapecoense venceu seu jogo e diminuiu a distância entre as equipes. A “Linguiça Atômica” vem com tudo!

OPINE!!!

Com “empurrãozinho” do apito, Palmeiras bate o Oeste e segue nadando de braçada na Série B. Chapecoense goleia o Asa e também se aproxima do acesso! E o ABC vai escapar!

Leia o post original por Milton Neves

Foto: UOL

Foto: UOL

Que feio, hein, Palmeiras?

Utilizando recursos corintianos para ganhar uma partida? E ainda mais na Série B?

Vergonhoso…

Afinal, será que alguém terá a cara de pau de dizer que Valdivia não ENCAIXOU com os braços a bola, isso antes de passá-la para Leandro marcar o primeiro gol da vitória por 2 a 0 do Palmeiras sobre o Oeste?

Acho que não, né?

Enfim, deixando de lado esta vitória no apito, vale lembrar que é impressionante a boa campanha que o Verdão faz na Série B.

A diferença de 10 pontos para o segundo colocado deixa claro que o Palmeiras já subiu!

Mas, eu pergunto a vocês: e se estivesse na Série A, este time atual do Alviverde também estaria fazendo bonito?

Só garanto que, hoje em dia, pelo menos melhor do que o Corinthians estaria, não é mesmo?

E outra equipe que está com o acesso praticamente assegurado é a vice-líder Chapecoense, que bateu hoje o Asa, pelo placar de 4 a 0.

Isso com direito a dois tentos anotados por Bruno Rangel, que é muito melhor que Fábregas do Barça, Rooney do Mancester United e Pato do Timão.

Só falta a grife da mídia cruel de Rio e de São Paulo.

E jogando fora de casa, o querido ABC de Natal mostrou ser “incaível” ao bater o Atlético-GO pelo placar de 1 a 0.

Afinal, com o triunfo, o terceiro seguido, a equipe da capital do Rio Grande do Norte ficou apenas a um ponto de sair da zona da degola.

Já o América-RN foi derrotado pelo Bragantino e deve mesmo roubar o lugar de seu rival na zona de rebaixamento!

Opine!

Palmeiras bate Sport e tem revanche decretada! Com isso, a equipe paulista se distancia do vice-líder, fica mais perto do título da Série B e do acesso à elite do Brasileirão; Flu apenas empata com Coritiba; apesar de jogo movimentado, Vitória e Grêmio não abrem o marcador!!!

Leia o post original por Milton Neves

O Palmeiras entrou em campo em clima de revanche, pela derrota polêmica e “engasgada”, no Recife.

Além disso, a equipe paulista tinha como obrigação, vencer e se distanciar da Chapecoense, principal concorrente ao título da Série B.

Mesmo com alguns desfalques, o Verdão não deu chances para o Spot respirar.

Com menos de um minuto, o ex-santista Wesley, acertou um “petardo” no ângulo do goleiro Magrão, um golaço!

O Leão demorou para se encontrar em campo.

Porém, o velho técnico conhecido da torcida rubro-negra Geninho, adiantou a marcação e conseguiu levar perigo ao gol de Fernando Prass.

O goleiro fez boas defesas, salvando o Palmeiras do um possível empate, que caiu de produção.

Entretanto, o intervalo serviu para Gilson Kleina arrumar seu time.

E mais uma vez ele, Wesley, ampliou o marcador para o Palestra Itália.

A torcida alviverde estava tão feliz, que nem se preocupou com o gol do Sport.

Enquanto isso, o forte time de Santa Catarina, perdeu do meu ABC lá em Natal, que apesar de amargar a lanterna, venceu o vice-líder e ajudou o Palmeiras.

No Maracanã…

Motivado, o Fluminense recebeu o Coritiba, que andou dando algumas oscilações no campeonato, devido a ausência do “injustiçado” Alex.

E foi o Coxa quem abriu o placar, Lincoln, para o desespero de Vanderlei Luxemburgo.

Em contrapartida, logo no início da segunda etapa, o zagueiro Gum, empatou para os cariocas.

Um resultado péssimo para ambas as equipes!

No Barradão…

Vitória e Grêmio fizeram um grande jogo.

O Rubro-Negro baiano foi melhor na partida.

Já o Grêmio, com menos posse de bola, fazia o que podia, até quando Kleber fez seu gol em posição legal e o juiz marcou impedimento.

“Apito Amigo”?

O fato é que, ambos buscaram abrir o marcador, mas não saíram de um fatídico 0 a 0.

OPINE!!!